Nômade digital: entenda o que é e como se tornar um

02 de agosto | 2018

Nômades digitais são pessoas que aproveitam a tecnologia para colocar suas atividades profissionais em prática.  Em outras palavras, essas pessoas usam seus celulares, laptops e tablets para trabalhar de qualquer lugar, desde que estejam conectadas à internet.

Por Rock Content

É cada vez mais comum encontrar esses trabalhadores executando suas atividades de suas casas, de cafés, de bibliotecas, de coworkings e de tantos outros espaços. Para dar um exemplo, um nômade pode escolher morar em uma montanha na China ou em uma comunidade ribeirinha na Amazônia  desde que tenha conexão à internet para  ganhar dinheiro para viver.

 

 

Praticamente qualquer profissional pode se tornar um nômade digital. Em geral, existem várias formas de começar a vida como nômade digital. A maioria começa trabalhando de forma remota ou como freelancer. Isso significa que eles estão sendo pagos para ganhar mais experiência e habilidades.

Na verdade, o melhor caminho não depende somente das suas experiências, habilidades e orçamento, mas do quanto você está disposto a arriscar e possivelmente falhar.

Os nômades digitais vão muito além daqueles profissionais com carreiras mais diretamente atreladas à web, como os programadores, designers e jornalistas. Atualmente, não é raro ver arquitetos, engenheiros, psicólogos e até advogados como nômades.

As possibilidades de produtos e serviços que eles podem oferecer são inúmeras e vão desde consultorias e mentorias a livros e cursos online. Basta ter dedicação, comprometimento e consciência de que as coisas não acontecem da noite para o dia.

Caso você tenha a vontade de aproveitar uma carreira completamente diferente, essa é uma possibilidade cada vez mais real. Para inspirá-lo nesse processo, vamos apresentar algumas dicas para você se tornar um nômade digital. Em seguida, citaremos algumas carreiras desse universo em alta. Acompanhe!

 

Como se tornar um nômade digital

• Tenha um trabalho que ensine as habilidades que você precisa desenvolver

Se você não tem muita pressa de se tornar um nômade digital, uma boa forma de começar é por meio de um emprego em uma empresa que lhe ensine as habilidades para realizar suas atividades online.

Se você conseguir um emprego em uma agência de marketing digital, por exemplo, pode aprender diversas habilidades essenciais para se tornar um nômade digital. Essa é uma das formas mais tranquilas e seguras de começar.  

Mas você não é única. Se realmente quer começar a praticar as habilidades de nômade digital, você pode aproveitar suas horas vagas e começar a trabalhar como freelancer.

• Seja um freelancer nas horas vagas

Caso sua experiência atual ainda não possa ser usada para trabalhar pela internet e você ainda precise do dinheiro do seu trabalho tradicional para pagar as contas, uma ideia é começar a pegar alguns trabalhos freelancers em seu tempo livre. Lembre-se de que não é preciso muito investimento para começar a pegar freelas. É possível realizar trabalhos de design, produção de conteúdo, revisão de textos, programação, gerenciamento de mídias sociais, venda de produtos e muito mais.

 

 

• Faça cursos online

Você pode experimentar a vida como nômade digital enquanto faz cursos online. Caso você tenha uma reserva financeira, é possível viajar pelo mundo ao mesmo tempo em que aprende as habilidades para trabalhar pela internet. Dessa forma, você gastará muito menos do que estudando presencialmente em Barcelona ou em Nova York, por exemplo. É uma ótima forma de conquistar uma graduação ou mesmo desenvolver novas habilidades em cursos técnicos e manter em aberto a opção de partir para o mundo corporativo, se for o caso.

 

• Convença seu chefe a realizar atividades remotas

Mesmo que você ame seu trabalho, é provável que muitas atividades feitas na frente do laptop possam ser realizadas em sua casa. Se você tiver um chefe compreensivo, quem sabe você não é capaz de convencê-lo a lhe dar mais liberdade para fazer parte do seu trabalho de forma remota?

Não diga a ele que você pensa em trabalhar como nômade digital. O ideal é provar que pode fazer seu trabalho de forma remota com a mesma qualidade que entrega no escritório. Se tudo der certo, você pode até mesmo se tornar um nômade digital sem sair do seu emprego atual. Isso seria ótimo, não é verdade?

 

• Trabalhe no exterior

Outra forma de se tornar nômade digital é simplesmente se mudando para o exterior e encontrando um trabalho que permita a experiência de fazer alguns jobs pela internet. Você pode fazer isso pedindo férias remuneradas, o que é possível em países como o Brasil. Seria uma ótima ideia ganhar mais experiência em trabalhos, como marketing digital, enquanto você trabalha e vive em cidades como Bali, Barcelona ou Vancouver.

Além disso, também existem outras possibilidades para começar a trabalhar no exterior. Você pode ensinar outra língua, como o próprio português, trabalhar como instrutor de paraquedismo ou mergulho e por aí vai.

 

 

• Comece seu próprio negócio online

Você pode pensar que a melhor forma de ser nômade digital é por meio do empreendedorismo. Construir seu próprio negócio online ou então ter um e-commerce que gere renda passiva é uma excelente forma de se tornar um nômade digital, mas também é o caminho mais difícil para quem está apenas começando.

Afinal, demora um bom tempo para desenvolver as habilidades necessárias para executar esse tipo de trabalho com sucesso. Por conta disso, acreditamos que é melhor começar como um prestador de serviços para obter mais experiência antes de se tornar um empreendedor digital.

 

Carreiras para começar como nômade digital

Agora que você viu algumas formas de se tornar nômade digital, vamos destacar algumas carreiras para quem quer ingressar nesse universo.

 

• Produção de conteúdo

Como produtor de conteúdo, você pode escrever textos, produzir vídeos, gerenciar mídias sociais, tirar e vender fotos, entre outras atividades. Tudo isso pode ser feito de forma totalmente online. Caso você seja um jornalista com experiência na área, um ótimo passo é procurar empresas que estejam dispostas a pagar pelos serviços de freelancer. Você pode fazer uma lista de marcas para as quais gostaria de escrever, entrar em contato e mandar alguns e-mails com propostas de conteúdo.

No entanto, você não precisa ser formado em jornalismo para ganhar dinheiro com produção de conteúdo. Se você escreve bem ou faz isso em mais de um idioma, a internet está cheia de empresas dispostas a pagar pelos seus serviços. Também é interessante que você tenha um portfólio e crie um site profissional. Além dos jornalistas, a área de produção de conteúdo conta com blogueiros, fotógrafos, videomakers, escritores e muito mais.

 

 

• Criação de sites

Caso a produção de conteúdo não seja sua praia, você pode desenvolver plataformas nas quais os conteúdos ficam disponíveis. Nesse caso, ganham espaço os web designers, os programadores, os analistas de SEO e todos os profissionais que têm mais intimidade com a tecnologia da informação.

 

• Venda de produtos

Nos dias atuais, o e-commerce movimenta bilhões de reais na internet. Isso acontece porque muita gente prefere comprar seus produtos pela internet e recebê-los de forma confortável em sua casa. Vários nômades digitais utilizam esse método e vendem alguma coisa para continuar viajando. Se você tiver talento para vender produtos e fizer questão de levar uma vida nômade, basta aderir a serviços como o drop shipping, uma técnica em que você não precisa manter estoques.

 

• Programa de afiliados

Caso você não tenha um produto para ser vendido, não se preocupe. Você pode fazer isso vendendo produtos de outras pessoas por meio de um programa de afiliados. Hoje em dia, existem várias plataformas, como a Hotmart, em que você se cadastra e pode escolher infoprodutos para vender.

Em seguida, você recebe um link e compartilha com potenciais compradores. Se alguém compra o produto por meio do seu link, você ganha uma comissão (e vale lembrar que o cliente que comprou o produto por meio de seu link não paga nenhum valor a mais por conta disso).

Existem diversas formas de trabalhar com programas de afiliados. Uma dica interessante é que você trabalhe com produtos com os quais tem afinidade e conhecimento para poder negociar com mais propriedade e credibilidade.

 

• Venda conhecimento

O conhecimento é um dos seus bens mais preciosos. Por isso, uma forma de garantir o salário mensal é vender cursos ou consultorias do assunto que você domina. Lembre-se de que você não precisa estar no mesmo continente para conquistar clientes.

É totalmente possível utilizar ferramentas como o Skype e o Google Hangouts, por exemplo. Cada vez mais, as empresas estão dispostas a contratar talentos de áreas como biologia, idiomas, matemática, letras e outras, e tudo feito pela internet.

 

E aí, se inspirou para se tornar um nômade digital? Pode ser que tenhamos citado alguma ideia com a qual você se identifique. Vale lembrar que existem inúmeros caminhos e basta que você encontre aquele que se encaixa mais em seu perfil. Por isso, é muito importante que você se planeje e estabeleça suas metas.

Tornar-se um nômade digital não é algo que acontece da noite para o dia. Na maioria das vezes, requer um grande esforço, mas é totalmente possível e tem muita gente que está provando isso. Depende principalmente da sua disposição de querer se aventurar nessa jornada, que certamente trará muitas emoções e ótimas histórias para sua vida pessoal e profissional.

O que você acha de se tornar um nômade digital? Gostaríamos de saber sua opinião, deixe um comentário neste texto.

 

Comunidade Rock Content é um blog focado no treinamento e captação dos freelancers que produzem conteúdo na nossa plataforma para conseguirem aquela grana extra. Fornecemos as melhores dicas e práticas de produção de conteúdo para web, vida e carreira de freelancer, além de conteúdos gerais sobre organização, produtividade e Marketing de Conteúdo.

 

 

 

Este texto é de responsabilidade do autor do artigo e não reflete necessariamente a opinião do Me Poupe!

 

Você também pode gostar

Jobs em alta para ganhar dinheiro em 2017

Conheça 10 maneiras de ganhar dinheiro trabalhando remotamente

Gig Economy: entenda o que é e como ganhar dinheiro com ela

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vander Dias 13 de August | 2018

Bom dia Nathalia! Acabo de "conhece-la" pelo youtube e, por consequência, vir parar aqui. Gostei muito do conteúdo e da forma humorada como trata um assunto "chato"! No teste do "RICO" ou "POBRE", tive mais R"s que P"s. Mas nada na prática. Não sabia da assistência do NÔMADE DIGITAL e isso é meu sonho de consumo profissional atualmente. Já até tentei drop shiping, mas sem sucesso. Sonhava em ficar viajando, mesmo não estando em férias, como podia fazer no passado: era home office . Recente e atualmente tenho pensado em fazer um curso de massagista, comprar uma cama de massagem dobrável. colocar no carro e sair por aí, atendendo em hotéis por onde passar,,, Seria loucura?