9 dicas para conciliar sua carreira com o trabalho freelancer

26 de setembro | 2018

Se você trabalha, mas quer fazer dinheiro extra oferecendo algum produto ou serviço, a gente mostra como conciliar as duas coisas sem pirar

Por Vivendo de Freela

Muitas pessoas optam por fazer freelas, seja para aumentar sua experiência em uma determinada área de atuação ou simplesmente para ganhar um dinheiro extra. Entretanto, quando elas ainda precisam bater ponto no escritório todos os dias, conciliar essa vida de freelancer pode não ser uma tarefa fácil.

Embora os freelas possam ser feitos a qualquer hora e de qualquer lugar, adaptar sua rotina para terminá-los sempre no prazo e com o máximo de qualidade possível é um desafio, não é mesmo?

Se você acabou de embarcar nesse mundo, mas ainda não sabe como conciliar sua carreira com o trabalho freelancer? Então, esse artigo é para você.

Confira as dicas que separamos para te ajudar a equilibrar todo esse trabalho extra com sucesso!

Vamos lá?

1. Crie um cronograma de trabalho

A sua empresa provavelmente utiliza cronogramas para definir como serão feitas as entregas aos clientes, não é mesmo?

Como freelancer, você deve fazer o mesmo, ainda que acredite que pode administrar tudo sem o auxílio desse recurso.

Muitas pessoas veem suas atuações profissionais como freelancers como algo descompromissado, quando na verdade deveriam encará-las como a construção de uma pequena empresa. Processos organizados, agendas bem alinhadas com o cliente e o tempo que disponibilizará para esse negócio devem ser prioridades.

Separe um pouco das suas horas livres para trabalhar como freelancer todos os dias. Isso te ajudará a manter-se sempre dentro dos prazos, sem ter que se desdobrar na véspera deles. Compartilhe os cronogramas com os clientes e os mantenha informado do andamento de seus projetos.

 

 

2. Antecipe problemas

Não tem jeito: sempre surgirão desafios ao longo da execução de um freela.

A experiência nos ajuda a prevê-los com alguma precisão, mas também não é uma ferramenta infalível. Antes de fechar um trabalho, liste todas as coisas que podem dar errado, desde um problema de saúde até uma falha nos seus equipamentos.

Um plano de contingência permitirá que você lide com esses problemas sem atrasar as entregas e fará você ficar ainda mais pronto para conciliar sua carreira com o trabalho freelancer.

 

 

3. Comunique-se com o cliente

Comunicar-se com os clientes dos seus freelas é fundamental. Eles precisam saber a que pé seus projetos andam, o que falta para ser concluído, quando isso acontecerá e quais impactos as mudanças que eles solicitam ao longo do trabalho têm no prazo final.

Enviar e-mails e fazer algumas ligações para o cliente te poupará de deixá-lo inseguro e garantirá um excelente atendimento. Esse bom atendimento será fundamental para tornar fixos os freelas que antes eram temporários.

 

4. Defina prioridades

Não dá para fazer entregas mirabolantes em todos os seus freelas. Na maioria dos casos, se o cliente pediu X, ele precisa apenas de X. Por mais que você queira agradá-lo com um algo a mais que o fará lembrar de como a sua prestação de serviços se diferencia da concorrência, ao conciliar freelas com um trabalho tradicional poderá não encontrar oportunidade para isso.

Ao iniciar um trabalho defina sempre suas prioridades e garanta que elas serão endereçadas primeiro.

 

5. Utilize as ferramentas corretas

Todo freelancer pode se beneficiar de ferramentas que o ajudem a entregar um trabalho melhor, orçamentos mais precisos e a se organizar.

Alguns recursos, como o Trello, o Toggl e o Google Docs serão seus parceiros, te ajudando a gerir todas as tarefas que devem ser feitas nas suas horas vagas. E se quiser recomendações de ferramentas e apps, listamos mais de 100 para você nessa planilha! 🙂

 

 

6. Automatize parte do trabalho

Quem faz freelas de social media já sabe do poder da automatização. Afinal, estar online para postar todos os conteúdos de cada um dos seus clientes é complicado.

Sendo assim, criar um cronograma de posts, com datas e horários e adiantar parte desse trabalho no fim de semana ou em outras de suas horas vagas acaba funcionando melhor.

Mas não são só as redes sociais que podem ser automatizadas para maximizar a sua performance. Newsletters, posts em blog e o envio de mensagens aos clientes também se beneficiam da tecnologia.

7. Organize-se financeiramente

Freelancers, como quaisquer outros profissionais, precisam pagar seus impostos em dia.

Para ser uma pessoa organizada e de alta performance é preciso parar de “pagar para trabalhar”. E é exatamente isso que você faz quando não contabiliza pontos importantes como a carga tributária, o desgaste dos materiais que utiliza ou o custo de ferramentas que precisam ser atualizadas periodicamente.

Coloque todas essas coisas na ponta do lápis para não acabar gastando dinheiro que ganha em seu trabalho com os freelas.

 

8. Aprenda a dizer “não”

Nem todos os freelas que chegarão até você poderão ser feitos. Mesmo porque você já tem um trabalho e precisa dedicar, pelo menos, oito horas do seu dia a ele, certo?

É provável que, mais cedo ou mais tarde, seja preciso priorizar uma oportunidade em detrimento de outra e será difícil fazer isso se não aprender a dizer não.

Como você tem um tempo limitado para trabalhar como freelancer, optar pelos projetos que oferecem melhores retornos (sejam eles experiência ou dinheiro) será uma necessidade.

Por isso, aprenda a avaliar bem as oportunidades que lhe cercam para fazer isso sem nenhum peso na consciência.

 

 

9. Invista na sua presença online

Um freelancer precisa de oportunidades de trabalho constante, mesmo que ele continue na empresa em que já presta serviços.

Para que esse trabalho chegue, será preciso conectar-se com outros profissionais, atualizar seu portfólio e promover os seus projetos mais recentes. E há duas formas de fazer isso!

A tradicional é frequentando eventos, conversando com as pessoas e participando de concorrências. A online é criando uma presença que faça com que clientes cheguem até você.

Promover bem o seu trabalho na internet te permitirá dedicar o tempo que sobra enquanto concilia a vida de freelancer e a de CLT, porque maximizará sua eficiência e alcance. Crie perfis nas redes sociais para divulgar seu trabalho e utilize as dicas de automatização que já mencionamos aqui para estar sempre ativo na internet.

 

Conciliar sua carreira com o trabalho freelancer pode parecer difícil no começo, mas será fundamental para que você aproveite bem todas as horas do dia. Afinal, não é porque começou a buscar outras oportunidades de rendimento que deve deixar de lado as saídas com os amigos ou o tempo de descanso. Com equilíbrio e organização será possível fazer tudo isso, e ainda entregar seus jobs em dia.

E aí, gostou dessas dicas para conciliar sua carreira com o trabalho freelancer? Caso queira mais conselhos e recomendações, confira nosso guia definitivo de como conciliar trabalho e estudos.

 

luciane-costa-vivendo-de-freela-n-300x300

Artigo escrito por Luciane Costa, jornalista, redatora de conteúdo freelancer e editora do blog Vivendo de Freela.  Se você curtiu esse conteúdo, compartilha! Outras pessoas também podem estar precisando dessa dica

 

 

 

Este texto é de responsabilidade do autor do artigo e não reflete necessariamente a opinião do Me Poupe!

 

Você também pode gostar

3 razões pelas quais você não está ganhando dinheiro como freelancer

6 Passos para conquistar seu primeiro trabalho como freelancer

Dá para ficar rico fazendo freela?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a deixar seu comentário