7 Dicas para você usar bem o seu tempo e enriquecer

03 de maio | 2019

O tempo é a moeda mais importante que a gente tem. Entenda como usar esse ativo da melhor maneira possível! 

Por Vivendo de Freela 

Quem acompanhou o Desafio da Riqueza feito pela Nath no final do ano passado percebeu que uma das tarefas mais difíceis da lista foi reduzir o uso das redes sociais a apenas 15 minutos por dia. Mas, o que tem a ver passar menos tempo no celular com o sucesso financeiro? Tudo.

Da minha parte, fiquei muito feliz de ter visto essa como uma das propostas do Desafio. Justamente por esse ser um desafio pessoal dos últimos meses: reduzir o tempo desperdiçado no celular e aumentar o tempo de produtividade para fazer as coisas acontecerem, tanto como profissional independente, quanto no meu projeto pessoal, o Vivendo de Freela.

Não viu o Desafio da Riqueza? Assiste aqui!

A lógica do “tempo vale dinheiro”

Quando a gente começa a empreender, a trabalhar como freelancer ou a atuar em qualquer outra atividade remunerada de forma autônoma, uma mágica acontece. Tudo o que fazemos passa a ser “contado em dinheiro”, não apenas em tempo.

É claro que passamos a saber o valor da nossa hora e, assim, essa matemática resiste em sair da cabeça. Ficou 1 hora no trânsito? Esperou 40 minutos em uma fila? Pegou um voo de 2 horas? É fácil saber quanto dinheiro deixou de ganhar nesses períodos…

E não apenas se você trabalha por conta própria. Quem está empregado em uma empresa também deveria saber quanto vale o seu tempo e, então, tomar decisões mais inteligentes sobre o uso dele.

“Ah, mas eu não tenho tempo livre”

Atenção: a ideia desse artigo não é incentivar você a trabalhar sem parar e a fazer uma fortuna ao mesmo tempo que acaba com toda a graça da sua vida.

Pelo contrário, o objetivo é incentivar você a fazer um melhor uso do seu tempo. Pode usar o Instagram. Mas precisa passar 1h30min por dia nessa rede social como eu já fiz? Também pode assistir àquela série que estreou no Netflix. Mas precisa maratonar 8 horas seguidas para terminar a temporada já no primeiro final de semana?

Nesse sentido, me ajudou muito o livro “O Poder do Tempo Livre”, do Luciano Braga. Se tem planos de fazer mais com os seus dias, recomendo fortemente a leitura! Principalmente por acabar com aquela desculpa da falta de tempo que adoramos usar quando nos perguntam porque não entramos em um novo projeto, fazemos um curso ou tantas outras atividades….

Como usar melhor seu tempo?

Não estou aqui para dizer o que você deve ou não fazer com o seu tempo. Passar o final de semana no ócio total pode ser fundamental para chegar na segunda-feira com as baterias recarregadas.

Porém, existem algumas atividades que recomendo incluir na sua agenda se deseja aumentar a renda, seja a curto ou a longo prazo, de forma direta ou indireta. Confira abaixo!

1. Trabalhe mais

Essa lógica parece até um pouco óbvia, mas para muitas pessoas não é. Quem é freelancer ou profissional autônomo sabe bem a diferença que incluir 1 hora a mais de trabalho por dia vai fazer no orçamento no final do mês.

Se você tem um emprego formal, entretanto, fazer hora extra não é o único jeito de aproveitar essa lógica. A boa notícia é que você pode escolher inúmeras atividades remuneradas para fazer em seu tempo livre, trabalhando até mesmo de casa, como já falamos aqui no Me Poupe!.

2. Invista em um projeto pessoal

Quem não tem o sonho de colocar em prática um projeto só seu? Ou de transformar um hobby em algo remunerado? No meu caso, tenho o Vivendo de Freela, que ocupa algumas horas da minha semana e nem sempre me trouxe retorno financeiro. Com o tempo, porém, ele virou um verdadeiro cartão de visitas do meu trabalho e ajudou a fechar bons projetos como freelancer.

E um projeto pessoal não precisa necessariamente ser um blog ou um canal de conteúdo. Pelo contrário, as possibilidades são infinitas. Quer algumas inspirações? O Tom Fishburne, que era profissional de Marketing e se descobriu um excelente cartunista, ou a Marina Klink, que fotografava as viagens em que acompanhava o marido e se tornou fotógrafa profissional, podem ser ótimas inspirações.

3. Estude – qualquer coisa

Nunca pare de estudar se deseja ter sucesso financeiro. Qualquer tema, de maneira formal. Se souber para onde quer ir, aprender estará diretamente relacionado às possibilidades de aumentar os ganhos financeiros.

Você pode investir em uma graduação ou pós-graduação para poder se candidatar a vagas de trabalho melhores, fazer um curso sobre alguma habilidade técnica que pode diferenciar você profissionalmente, ler tudo sobre finanças pessoais e investimentos para organizar o orçamento e até buscar o famoso autoconhecimento, que irá contribuir para que saiba onde precisa evoluir como profissional e ser humano.

Nem precisa gastar muito tempo e dinheiro para isso, viu? Tem curso online, e-book, livro, vídeo e artigo de montão aqui na internet para ajudar no seu aprendizado!

4. Encontre pessoas

Cultivar relacionamentos profissionais é essencial para que você se mantenha sempre lembrado no mercado, independentemente do que faça e em que modelo de atuação. E como é fácil fugir das oportunidades de networking, não é?

Participar de eventos da sua área, convidar alguém para tomar um café, estar disposto a ouvir além de falar e até frequentar a reunião de condomínio: esteja nos lugares e fuja do risco do “quem não é visto não é lembrado”.

5. Dê uma caminhada

Recentemente, li um estudo sobre o poder das caminhadas para o desenvolvimento da criatividade na nossa rotina. Mesmo que você não seja um profissional da área criativa como eu, certamente precisa dela para encontrar novas ideias e soluções em seu dia a dia profissional – e se destacar por isso.

Sendo assim, não deixe de ler este artigo aqui e de fazer as suas próprias caminhadas!

6. Escute um podcast

Ando bastante de ônibus no meu dia a dia em São Paulo. Nem preciso dizer o quanto sofria com o pensamento “não estou produzindo, não estou ganhando dinheiro” nessas horas de deslocamento…

Como não consigo ler em veículos em movimento, há pouco tempo descobri minha salvação: ouvir podcasts relacionados a temas como criatividade, produtividade, empreendedorismo e finanças. E já coloquei algumas ideias em prática desde então!

Algumas recomendações que deixo para vocês, disponíveis no Spotify: NerdCast, Brendon Burchard e ResumoCas. Com o ResumoCast, por exemplo, em um único dia consegui conhecer as ideias gerais de dois livros que estava há anos adiando a leitura…E tem, é claro, o PoupeCast, do Me Poupe!, que está disponível no Spotify, Google Podcasts e iTunes.

7. Faça algo diferente toda a semana

Você prefere usar seu tempo livre sempre para a mesma coisa, que você já sabe qual resultado irá produzir e qual sensação irá proporcionar? Que tal colocar algumas coisas novas na rotina? Ao testar habilidades diferentes, você pode descobrir uma grande paixão, mas, principalmente, irá abrir a sua mente para novas perspectivas, que ajudam a pensar em soluções criativas para aquilo que não parecia ter outro caminho – como encontrar um programa de lazer para o domingo por R$ 10,00 ou menos…

Resumindo: tem muita coisa que você pode fazer com seu tempo. Escolha!

Saber usar seu tempo de forma inteligente ajuda a construir uma vida mais próspera, mesmo que isso não seja imediato. Basta prestar atenção sempre que resolvemos passar por transformações associadas ao sucesso financeiro, como evoluir profissionalmente, sair das dívidas, construir um patrimônio ou abrir um negócio. Precisamos também repensar nossas atividades, nossa rotina, nossos hábitos.

Neste artigo, você viu boas sugestões para usar seu tempo de forma mais produtiva. Certamente, porém, existem outras, que inclusive podem ser mais atrativas para você. Faça o exercício da escolha e priorize o que leva você ao crescimento em troca do que o mantém no mesmo lugar!

Você também pode gostar

Jobs em alta para ganhar dinheiro em 2017

3 razões pelas quais você não está ganhando dinheiro como freelancer

9 dicas para conciliar sua carreira com o trabalho freelancer

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a deixar seu comentário