7 Dicas para você evitar roubadas nesta Black Friday

16 de novembro | 2018

Descontos todo mundo ama e todo mundo quer, mas é preciso ter cuidado para não acabar caindo em uma “Black Fraude”. A Proteste elencou dicas importantes pra você aproveitar bem a Black Friday e responde às principais dúvidas dos consumidores

Quem não ama um desconto? O brasileiro com certeza adora um!

Por isso, a Black Friday se tornou a segunda data mais importante para o varejo, perdendo apenas para o natal em relação ao volume de vendas.


Para se ter uma ideia, o Google/Provokers fez uma pesquisa e identificou que 71% dos entrevistados brasileiros afirmam já terem comprado na Black Friday.

E, como o atual cenário econômico no País não é dos melhores, muitos consumidores aproveitam essa data para antecipar as compras de Natal.

Essa é uma ótima opção para garantir que a data não seja comemorada sem os tradicionais presentes, não é mesmo?

Ainda de acordo com a pesquisa, apesar de o consumidor começar a monitorar os produtos 15 dias antes da Black Friday, 79% afirmaram terem feito a compra na própria sexta-feira.

Outros 21% disseram ter comprado na quinta-feira ou no final de semana seguinte.

Pensando nisso, para garantir que você encontre o melhor preço, fuja das roubadas e conheça seus direitos, listamos sete dicas importantes:

Dica 1: De olho no preço

Para garantir que o consumidor consiga o melhor preço e identifique possíveis fraudes, a Proteste disponibiliza gratuitamente a ferramenta Mais Barato Proteste.

Trata-se de um plug-in para navegador de internet que realiza uma busca automática, em mais de 30 lojas, pelas melhores ofertas.

Basta instalá-lo no navegador Chrome (Windowns, Mac ou Linux), que o sistema irá fazer automaticamente a comparação dos preços dos produtos selecionados em mais de 30 lojas online.

Dica 2: verifique a reputação da loja

No Canal Reclame da Proteste, consulte como os outros consumidores têm avaliado a loja onde você deseja comprar seu produto.

Dica 3: acione o desconfiômetro

Desconfie de preços muito baixos. Se você encontrou um produto muito barato, em lojas sem qualquer reputação, redobre a atenção!

Dica 4: pagamento seguro

Opte por formas seguras de pagamento. Há lojas que só liberam o valor da compra ao vendedor depois que o produto for recebido pelo comprador.

Dica 5: calcule o frete

Cuidado com o valor do frete! Dependendo do valor, você poderá pagar  mais caro que o valor do produto.

Dica 6: preste atenção no prazo

Fica esperto com o prazo de entrega! Dependendo da necessidade que você tiver do uso do produto, esperar um ou mesmo dois meses pode não valer o desconto que você conseguiu.

Dicas anotadas? Então, agora vamos às principais dúvidas:

Qual o prazo para desistir ou trocar um produto comprado pela internet?
Sete (7) dias, contados a partir da assinatura do contrato ou do recebimento do produto.

Após Sete (7) dias, terei algum direito se o produto apresentar defeito?
Sim. Você terá 30 dias (para produtos não duráveis) ou 90 dias (para produtos duráveis) para reclamar de defeitos aparentes e de fácil constatação no produto.

Após 30 ou 90 dias, tenho mais algum direito?
Se o produto apresentar um defeito oculto, aquele que o consumidor não consegue identificar com facilidade, o prazo para reclamar começará a contar no momento em que o problema foi identificado.
Por exemplo: um celular que para de funcionar depois de seis (6) meses.

Quanto tempo a assistência técnica tem para consertar um produto?
30 dias. Se passar desse prazo o consumidor pode exigir imediatamente: I – a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso; II – a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos; III – o abatimento proporcional do preço.

A loja pode me obrigar a aceitar um vale ou outro produto, caso desista da compra feita pela internet?
Não. A loja tem o dever de devolver integralmente os valores pagos pelo produto. A loja até poderá oferecer um vale desconto, outro produto ou outra forma de substituição, desde que o consumidor concorde.

Nas compras online, a loja pode cobrar alguma taxa/frete pelo meu arrependimento, exercido no prazo de sete (7) dias?
Não, a loja terá que fazer a troca do produto ou devolver o dinheiro, sem cobrar por isso.

Levando tudo isso em conta, você estará mais do que preparado para curtir a Black Friday. Boas compras!

Você também pode gostar

O Apocalipse - Quando o 13º encontra com a Black Friday

10 Direitos que todo consumidor tem, mas não sabe

10 dicas para não cair em cilada nas compras de Dia dos Pais

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a deixar seu comentário