O Terceiro domingo de Maio

Você nem tinha saído da placenta e já ouvia alguém dizer, lá do lado de fora da barriga sobre um tal dia das mães… Quando será? Deve ter se perguntado.
Logo na seqüência uma duvida perturbou-lhe a mente: afinal, o que é mãe?
Se você esta aqui lendo este blog com certeza deve ter descoberto as respostas para as duas questões.
Mas vamos colocar alguns pontos nos Is…

Sua mãe te carregou na barriga durante nove meses. Ganhou peso, te amamentou, limpou sus fraldas! E ainda achou lindo quando voce deu aquela babada no ombro dela enquanto dormia. Convenhamos, ela merece seu amor, respeito e carinho incondicionais.
Mas ai é que mora o grande perigo. É no momento em que agradecemos a vida gerada por ela que podemos nos perder, sem saber identificar o sinal de alerta existente no chamado Dia das Mães.
Pense bem: Sua mãe esperou todo aquele tempo, dedicou a vida a você na esperança de fazê-lo a criança, o adolescente e hoje o adulto mais feliz deste mundo e o que você está pensando em fazer? Dividas de dia das mães.
Vai por mim… sua mãe pode querer tudo neste mundo: A TV linda que ela viu na propaganda da Casas Bahia, o celular igual ao da amiga do cabeleireiro, ah, esqueci do implante de silicone e da lipo que ela sonha a um tempão, mas tenha a certeza, ela trocaria tudo isso se soubesse o quanto você se apertou para satisfazer os desejos dela.
Mas como realizar os desejos da mulher mais importante da sua vida sem amarrar uma corda ao próprio pescoço? Sinto muito, mas não existem milagres de dia das mães. Voce pode querer realizar cada um dos sonhos dela, mas se não se planejar vai deixar a mamãe tristinha, tristinha..
Ela quer a TV? Duvido que esse desejo surgiu ontem… Erga as mangas, antecipe-se ao desejo, pesquise o que a deixaria feliz com, no minimo, três meses de antecedência. Programe a compra e, caso perceba que mesmo assim não será possível quitá-la até a data fatídica, continue guardando quem sabe até o Natal, se for preciso. Não deixe a data passar em branco, mas também não permita que a comemoração do Dia das Mães deixe apenas a lembrança do dia em que você poderia ter se livrado de uma baita dívida.
Leve flores, diga o quanto a ama e o quão importante ela é na sua vida. Será um dos melhores presentes que ela já ganhou na vida, vai por mim.

Me Poupe! no seu email

Cadastre-se, é na faixa!

Nathalia Arcuri

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *