Sobre a Nath

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

Minha história com o dinheiro começou precocemente, aos sete anos de idade.  Uma colega de escola apareceu dizendo que o pai tinha feito uma poupança pra ela comprar um carro aos 18 anos e aquilo me deu um click. “Poupança?”. Até então eu só conhecia aquela onde eu sentava todos os dias.  Fui perguntar ao Seo Luiz Arcuri sobre a minha poupança e qual foi a minha surpresa ao descobrir que só tinha aquela onde sentava todos os dias mesmo. A ideia de não ter o tal carro me assombrou. Parecia realmente bacana ter um carro e eu cheguei à conclusão de que que ter minha outra poupança dependia apenas de mim. Daquele dia em diante juntar dinheiro pra comprar o carro aos 18 virou o meu grande objetivo. Não recebia mesada, mas tinha o dinheiro do lanche da escola de vez em quando. Passei a pedir dinheiro em vez de brinquedos no natal, comecei a trabalhar com publicidade aos 14 anos pra ganhar um troco extra e guardava praticamente tudo. Só gastava quando realmente queria alguma coisa.

Me tornei o caixa forte de casa e emprestava dinheiro até pra minha mãe, que generosamente me devolvia com acréscimos. Aos 18 anos o dinheiro para comprar meu carro estava garantido, mas graças à generosidade da minha madrinha, não precisei desembolsá-lo. Fui surpreendida com uma carta de crédito de um consórcio feito anos atrás em segredo. O que eu fiz com o dinheiro poupado ao longo de dez anos? Investi. Daquele momento até hoje identifico minhas metas, planejo minhas aquisições, faço do dinheiro um grande aliado na conquista dos meus sonhos e incentivo todo mundo a fazer o mesmo porque vale a pena.

Como só a minha vivência não era suficiente pra ensinar outras pessoas, fui aprender a teoria e a prática das finanças pessoais. Lí dezenas de livros referentes ao assunto, me tornei educadora financeira formada pelo Insituto Dsop, fiz extensão em planejamento financeiro pessoal pelo Insper, sou vencedora do Prêmio IBCPF de planejamento Financeiro 2014 e coach pela Sociedade Brasileira de Coaching 2015.

Passar esse aprendizado adiante se tornou um objetivo de vida e compartilho aqui no me Poupe! tudo o que eu sei sobre ganhar, economizar e investir $.

Nada me motiva mais do que os relatos de leitoras que passaram a ver a vida e o dinheiro de uma nova maneira e hoje se sentem mais independentes com a ajuda do Me poupe!.

Porque Sara?

Ganhei esse apelido como uma espécie de homenagem em 2009. Sara é um nome típico Judeu e os judeus têm fama de cuidar muito bem do próprio dinheiro. Como todo apelido, este pegou. Quando lancei meu primeiro blog não tive dúvida: poupecomsara foi o nome escolhido e ainda me orgulho muito de ser Sara. O blog virou site, mas a Sara permanece e ninguém tira isso de mim. Ser “Sara”, no fim das contas, me garantiu uma série de realizações e é o que vai me levar a um futuro próspero e confortável.

Sejamos todas Saras então!

Agradecimentos

Agradeço ao meu pai que me deu o primeiro “NÃO” e me forçou a ir em busca dos meus sonhos.

À minha mãe que me ensinou a estudar, ensinar, cozinhar, lavar, passar, comprar roupas lindas e baratas e a brigar pelo que eu acredito.

Aos professores Gustavo Cerbasi, Angela Nunes, Reinaldo Domingos, Marcos Silvestre, Dan Ariely e Gail Vaz-Oxlade,  que me inspiram todos os dias.

Ao Conrado Navarro do Dinheirama, o cara que acreditou no Me Poupe e mesmo depois de me conhecer pessoalmente continuou meu amigo.

Ao Érico Borgo, meu parceiro de jornada que mantém vivos os meus sonhos e a minha vontade de ser cada vez mais.

Aos leitores do Me Poupe! que já fazem parte da minha vida e me motivam a crescer para educar.

Vocês são incríveis!

Muito obrigada.