BLACK FRIDAY: 5 Dicas pra fugir dos micos!

Tem gente que nem dorme pensando na tal sexta-feira negra, imaginando os descontos “malucos”que essa data especial do comércio está preparando. Olha, se os descontos serão malucos ou não, eu não sei, mas que tem pilantragem ai, ah se tem! Quer fugir dos micos da Black Friday? Veja a lista de recomendações!

Espero que você leia este post com muita atenção antes de se aventurar Black Friday afora!
 
Amanhã chegaremos à quinta edição da Black Friday aqui no Brasil, uma reprodução ao estilo “primo pobre”da Black Friday norte americana, já explico o porquê.
Pausa pra você entender de onde surgiu essa mania de compras na sexta-feira:
 
A Black Friday acontece apenas uma vez ao ano nos Estados Unidos, sempre depois do feriado de Ação de Graças norte americano, aquele que sempre aparece nos filmes com mesas fartas e gente feliz… A celebração de descontos é uma forma de incentivar o consumo pré-natalino. Dessa maneira, quem está nos Estados Unidos começa a comprar agora e vai parar só quando o Papai Noel traz a conta!
Diferenças básicas:
 
Black Friday norte-americana: Descontos reais de até 90% em diversos tipos de produtos. Preços inacreditáveis e filas imensas para entrar nas lojas físicas.
Black Friday brasileira:Maquiagem de preços, falsos descontos, descontos em produtos menos comercializados, descontos reais de até 30%, vendas prioritariamente on-line.
Nos últimos anos a Black Friday brasileira ganhou fama de “BLACK FRAUDE”, não precisa nem dizer porque… Em 2013 o site reclame aqui registrou mais de 8.000 reclamações.
Mas muita calma nessa hora!
 
Como o evento estava perdendo cada vez mais força,  a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net) lançou no ano passado um selo de qualidade para dar credibilidade às promoções realizadas durante o evento, o selo “Black Friday Legal”.
Funciona assim: As empresas que se cadastraram no programa se comprometem a agir dentro da ética, respeitando o consumidor. Quem descumprir a regra, não recebe o selo no ano seguinte.
Este ano 500 lojas receberam o selo, mas até o fechamento deste post o link com a relação não estava operando. Veja aqui se atualizaram: Site da Camara-e.net
Agora que você já está por dentro do “esquema”, vamos à lista!
Black Friday: 5 dicas para fugir dos micos
1 – Confira o preço agora pra ter certeza do desconto real depois! A maquiagem de preços foi a maior reclamação  nas últimas edições da Black Friday. Lojas espertalhonas que colocam aquele belo chamariz De: R$1.500,00 por R$950,00, pquando na verdade o produto sempre custou R$950,00. 
Aproveite as últimas horas desta quinta-feira e faça uma busca no google, de preferência nestes sites de comparação de preços, como o busca-pé, pra checar quanto o produto que você quer está custando agora. (pode ir, mas volta aqui pra ler o resto, você vai precisar!) 
2- Cadastre-se no site oficial aqui. Apesar das 500 lojas que constam naquele programa do Black Friday Legal, o site oficial tem apenas as patrocinadoras e algumas outras grandes varejistas. Essa foto foi feita agorinha há pouco e mostra as lojas inscritas. Tem de roupas a remédios! Vou aproveitar pra comprar meu lote de Rivotril baratinho! o/ (Esta foi uma piada de mal gosto, se você usa Rivotril desculpe, me empolguei)
Dependendo do seu objeto de desejo, vale a pena se inscrever para receber as promoções no seu email. Assim que a corrida desatinada por descontos começar você será uma das primeiras a saber.
3 – Cheque o site do Procon. O órgão de defesa do consumidor listou 450 sites de compras que devem ser evitados. A lista negra foi feita com base em reclamações ao longo do ano e durante o último Black Friday também. Fuja delas!
4 – Verifique os prazos de entrega e as condições de troca. Durante a Black Friday, por causa da demanda, o prazo de entrega costuma ser maior, já a política de troca segue as regras do código do consumidor: trinta dias para devolução ou troca de bens não duráveis e 90 dias para bens duráveis. Se precisar trocar você pode escolher entre as opções abaixo:
  •  exigir sua troca por outro produto em perfeitas condições de uso
  •  devolução integral da quantia paga, devidamente atualizada
  • abatimento proporcional ao preço
Atenção: as regras são as mesmas para sites estrangeiros que operam no Brasil, como o Ebay, Deal Extreme, etc
 
5 – Pense antes de comprar! Eu sei, o preço é tentador, é só um dia no ano, o Natal está ai, você vai receber uma parte do décimo terceiro, mas calma! Aproveite ao máximo a oportunidade para comprar o que realmente você precisa. 
Por isso, antes da meia noite, faça uma lista com tudo o que gostaria de comprar com descontos camaradas. Pode até por os presentes de natal na lista, só não se esqueça de seguir o passo 1: checar os preços antes do desconto divulgado.
 
E faça um favor a você mesma: se for parcelar, analise antes a fatura do cartão de crédito e veja se as parcelas caberão no orçamento. Não se esqueça que jájá as contas de 2015 estarão batendo à sua porta!
 
Favor dois: se for comprar em sites gringos, com preços em dólares, converta o valor imediatamente e não se esqueça que alguns costumam ter taxas de importação altíssimas que mandam a economia para beleléu! 
Neste momento o dólar está saindo por R$2,53.
 
Dica Bônus: A opção de pagamento com boleto à vista pode baixar ainda mais o preço. As lojas costumam oferecer 10% de desconto para esse tipo de pagamento.
 
Agora com licença, que também sou filha de Deus… Vou caçar uns descontinhos!
 
Compre com consciência e seja feliz na Black Friday!
Depois compartilhe suas pechinchas aqui comigo!

Me Poupe! no seu email

Cadastre-se, é na faixa!

Nathalia Arcuri

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *