IR 2017: Não faça a sua declaração na última hora!


Entra ano, sai ano e uma coisa não muda: o primeiro semestre é a época de prestar contas com o Fisco na declaração do Imposto de Renda. E agora falta pouco, menos de um mês para o final do prazo de envio da declaração que começou no dia  2 de março e vai até  28 de abril. Corre!

Por Guia Bolso

FOTO_1_3

Mas nada de se desesperar. Se ainda nem começou a pensar sobre isso, hoje nós vamos te ajudar com  dicas de como começar a organizar a sua declaração. Vale sempre lembrar: se você não declarar, recebe uma multa e se declarar informações erradas pode cair na malha fina da Receita.

FOTO_2_2

Em 2017, deve declarar o IR todo contribuinte que ganhou mais que R$ 28.123,91 em rendimentos tributáveis (salário, aluguel, etc) ao longo de 2016.

Saiba mais sobre quem deve declarar o I.R nesse vídeo do Me Poupe!

É o seu caso? A boa notícia é que parte do dinheiro que você já pagou de Imposto de Renda no ano passado pode retornar em forma de restituição durante 2017, dinheiro que você pode usar para investir.

Vamos para a sua declaração!

1) Reúna a papelada dos ganhos e rendimentos

FOTO_3_1

O Imposto de Renda serve justamente para o governo saber quanto você ganhou ao longo do ano e o leão abocanhar uma parte para sustentar a máquina pública. Por isso, tudo que entrou como renda (salário, freelas, aluguéis, etc) deve ser declarado.

Se você for funcionário CLT, o RH da sua empresa deve te entregar um papel com o informe de rendimento de 2016.

Se for freelancer ou trabalhador autônomo, é hora de reunir os pagamentos que você recebeu. Não se esqueça também de pedir o informe de rendimento das suas aplicações. É só solicitar na corretora e banco.

Lembre-se que todos os comprovantes que você usar para colocar na declaração devem ser guardados por cinco anos, pois este e o tempo em que a receita pode te chamar para dar explicações.

2) Reúna os descontos

FOTO_4_5

Muitos comprovantes podem te dar descontos na hora de declarar o imposto. Esse é o caso dos gastos com planos de saúde, consultas e exames, dentistas, educação, pensão alimentícia, empregado doméstico, entre outros. Se você aplicou em um plano de previdência VGBL ou mesmo tem um dependente, como um filho, pode abater a base de cálculo do IR.

Abater a base de cálculo da declaração significa que se você ganhou R$ 35 mil em 2016, por exemplo, e gastou R$ 1 mil em consultas e exames, irá declarar à Receita somente R$ 34 mil.

3) Não deixei para o último fim de semana

FOTO_6_1

Não postergue para amanhã a tarefa financeira que pode ser finalizada hoje!

Não deixe para fazer a declaração no último fim de semana porque você pode ter algum problema e não conseguir preencher o programa ou mesmo se esquecer.

Colocando os dados com calma, ao longo de uma semana por exemplo, dá até tempo de revisar para verificar se não passou nada errado.

Gostou do conteúdo? Ele foi produzido pelo aplicativo GuiaBolso uma planilha automática que te ajuda a se lembrar dos gastos com saúde e outros que devem ser preenchidos na declaração.

Primeira declaração de I.R?
Assista esse vídeo que a Nath te explica 😉


VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR:

5 HÁBITOS PRA INVESTIR MELHOR QUE VÃO MUDAR A SUA VIDA FINANCEIRA!

FGTS! DESCUBRA SE VOCÊ PODE SACAR UMA CONTA INATIVA E COMO PEGAR ESSA GRANA!

tesouro direto, dicas para economizar

Me Poupe! no seu email

Cadastre-se, é na faixa!

Nathalia Arcuri

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

11 comentários em “IR 2017: Não faça a sua declaração na última hora!

  • 25 de março de 2017 a 5:54 am
    Permalink

    Nath, oráculo das finanças, me ajude com toda a sua sabedoria!!! Tenho duas fontes fixas que me pagam salário e ainda exerço atividade autônoma, ou seja: sempre tenho que pagar o IR. Nos últimos dois anos, passei a reservar um dinheiro ao longo do ano só para acertar esse ajuste em março do ano seguinte, mas guardava a grana na poupança (eita!)! Posso deixar mês a mês esse dinheiro no tesouro SELIC e caso consiga juntar a mais do que irei pagar, sacar só uma parte? Beijos cheios de prosperidade pra você!!

    Responder
  • 28 de março de 2017 a 9:30 pm
    Permalink

    Obrigado Pelas dicas vc é muito simpática.Lhe desejo muito sucesso.

    Responder
  • 28 de março de 2017 a 11:08 pm
    Permalink

    Boa noite!
    Analisando o imposto de renda e assistindo os vídeos desses canal… Tive dúvidas:
    1 – eu poderia declarar o IPTU e IPVA no meu imposto de renda como imposto pago?
    “Afinal é imposto, foi pago e saiu da mesma fonte, saiu do mesmo bolso (o meu), sei que são para fins distintos mas não custa nada analisar”.

    Responder
  • 10 de abril de 2017 a 8:32 pm
    Permalink

    Boa noite! Eu não preciso declarar imposto de renda, porém vou precisar declarar se eu investir no tesouro direto, ou cbd e fundos? Se eu ja declarasse o ir devido salário anual necesarrio eu tbm precisaria declarar o tesouro e afins? Obg!

    Responder
  • 17 de abril de 2017 a 12:43 pm
    Permalink

    Nath sua linda, to acompanhando faz um tempinho o canal no youtube e ja fez milagres na minha vidinha de estagiario, só tenho a agradecer. Então,coloquei como meta que preciso comprar uma motinha pra poder ir trabalhar e estudar em paz sem precisar me preocupar com não perder o busão todo dia e isso acontece muito hauahu. Eu não estipulei um valor em sí, mas quero comprar uma moto usada e a vista porque vai baratear o valor da moto, acredito que esteja mais ou menos próximo do valor desejado (4,000), quem sabe dentro de 1 mes eu consiga meu objetivo.
    Mas aí como sempre vejo voce falando da easynvest, queria sua opinião.. compensa investir na selic atraves de corretora mesmo que por curto prazo ou deixo tudo na poupança rendendo migalhas por mais um mês?
    beijão, grande fã seu e do seu filho lindo
    😉

    Responder
  • 20 de abril de 2017 a 9:04 pm
    Permalink

    todo ano deixo para entregar minha declaração nos últimos dias do prazo. assim recebo no último lote, porem recebo corrigido pela selic. ou seja, um valor a mais 😉

    Responder
  • 21 de abril de 2017 a 10:27 pm
    Permalink

    Nath, boa noite. Uma coisa que ainda não consegui entender foi: “se eu investir no tesouro direto terei que declarar no imposto de renda? Pelo amor de Deus me explica isso, pois pretendo começar a investir ainda esse mÊs.
    Meu investimento por hora será pouco, em torno de R$ 300,00 por mês. Se eu fizer um prefixado de 33 anos por exemplo, precisarei declarar? É retido na fonte?
    Tô perdida.

    Responder
  • 22 de abril de 2017 a 7:12 pm
    Permalink

    Boa noite, Nath tem uma correção neste texto, podemos abater o PGBL, não o VGBL, correto? Se você ”aplicou em um plano de previdência VGBL” ”pode abater a base de cálculo do IR.”

    Responder
  • 22 de abril de 2017 a 7:13 pm
    Permalink

    Não sei se o comentário anterior foi publicado:

    Boa noite, Nath tem uma correção neste texto, podemos abater o PGBL, não o VGBL, correto? Se você ”aplicou em um plano de previdência VGBL” ”pode abater a base de cálculo do IR.”

    Responder
  • 11 de janeiro de 2018 a 8:34 pm
    Permalink

    Nath. Tenho um comércio estamos a um pouco mais de um ano trabalhando com esse comércio.
    Não tivemos um puto, de retorno, tudo foi investido. Pagando boletos de produtos (no caso da mercearia). Tivemos alguns investimentos como fachadas e equipamentos novos. Moramos de aluguel, mas temos uma casa própria alocada, que nos rende o dinheiro deste aluguel.
    Como eu declaro meu imposto de micro empreendedor individual.?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *