Aprenda a usar os aplicativos de finanças.

12 de outubro | 2014

Então você finalmente criou coragem e baixou aquele aplicativo “massa” que a sua amiga recomendou! Iupi! E agora? Não sabe o que fazer com aquele troço? Calma, antes de mandar o pobre coitado para a lixeira do smartphone, dê uma chance para ele e para o seu dinheiro também.

Por Nathalia Arcuri

Que aplicativo gostoso!

Eles estão por toda parte e se multiplicam como Gremlins!

 Acabei de fazer o teste e descobri que existem 41 aplicativos que prometem ajudar a controlar a sua vida financeira, isso apenas no IOs.

E o melhor: A maioria deles é gratuita.

Ai ai ai… Nada como viver no século XXI!

Até alguns anos os especialistas recomendavam que você andasse com um bloquinho ou folha sulfite dobrada na carteira para anotar as despesas. Agora temos tecnologia e com ela fica muito mais fácil encontrar o gargalo por onde o seu rico dinheirinho está escapando.

E pra quem nunca fez nenhum tipo de controle, os aplicativos de finanças pessoais, são um ótimo começo!

Em geral esses aplicativos são simples de operar e requerem apenas um pouco da sua força de vontade para preencher as lacunas com os ganho (mensais) e gastos (diários na maioria dos aplicativos).

REPITO:

O único trabalho que você terá é anotar e direcionar os gastos para suas áreas correspondentes.

OU SEJA: SEM DESCULPINHAS!

Exemplo:

Você saiu e pagou um café para as amigas.

Ai vai lá no aplicativo, na etiqueta “Lazer” e adiciona: R$40,00

No mesmo dia comprou uma camisa nova:

Roupas: R$129,00

É importante que as anotações sejam feitas no momento da aquisição, pra que você não corra o risco de esquecer depois. O próprio aplicativo fará a soma de quanto você já torrou e de quanto ainda tem disponível.

O ideal é que você imponha uma meta de poupança e peça para que seu amigo eletrônico a avise quando estiver próxima de consumir o dinheiro de reserva. Todos os aplicativos listados aqui no blog contam com essa ferramenta.

Minha dica:
Baixe o aplicativo que mais se encaixe com a sua necessidade (listei meus prediletos ai embaixo) e comece amanhã, segundona, dia mundial da dieta e da economia.
Resolveu entrar no regime? Aproveite e resolva sua vida financeira também. Sabe aquele médicos que dizem que é melhor botar silicone e fazer lipo na mesma cirurgia? Com o dinheiro e a dieta funciona do mesmo jeito. Emagreça e ganhe dinheiro. Ai você ficará linda, rica e irresistível.
Anote ai:

IOS e Android

Finance –  grátis
classificação: 8,5

É fácil de entender e de inserir os gastos e ganhos. É bem completo e, assim como os outros, te oferece um gráfico de análise que vai dizer aonde você está gastando mais e quanto falta para acabar o seu salário.

Toshl Finanças –  grátis

Classificação: 8,0

Bem simples e com menos recursos. Indicado pra quem só quer saber quanto vai sobrar no fim do mês. O primeiro passo é fazer um planejamento escolhendo um valor e um período. Em seguida, conforme os gastos cadastrados diariamente, o aplicativo mostra quanto ainda se pode gastar até que termine o período programado para que se atinja a meta. É possível adicionar um lembrete para inserir despesas, podendo escolher o melhor horário para receber os alertas. Também há o recurso de criar “tags” (como etiquetas) para dividir os gastos por categorias.

Guia Bolso – grátis
Classificação: 9,0
De todos, é o que eu mais recomendo e por um motivo simples: Você não precisa se preocupar em adicionar o quanto gastou. O aplicativo é conectado diretamente à sua conta bancária (o sistema é altamente seguro e você precisa ter acesso ao internet banking para se cadastrar) e abastecido em tempo real com tudo que se passa por lá. O sistema já tem uma espécie de cardápio com várias etiquetas para onde os gastos são enviados automaticamente. Você só precisa ficar atenta para ver se o robô colocou a despesa no lugar correto. Seu único trabalho será redirecionar alguns gastos.  A interface é simples e sem poluição.
Lembre-se:
Diagnosticar o problema é o primeiro passo para se livrar das dívidas ou iniciar uma reserva para o sonho de consumo. Colocando uma lente de aumento sobre a sua vida financeira ficará muito mais fácil entender para onde vai o seu rico dinheirinho e para onde ele poderia estar indo…

Controle-se e seja feliz!

Nathalia Arcuri – Me Poupe

photo-nathalia

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

murilo 27 de April | 2018

Muito Top Seu artigo parabens

Lili 18 de November | 2016

Oiii, Nath! O que acha da agenda Kakebo? Acha eficiente o método? Estou na dúvida se utilizo uma agenda física ou somente os aplicativos. Beijo!

Karina 22 de September | 2016

Nath querida! Qual a sua avaliação do aplicativo do Sicoob (Minhas Finanças) comparado com o Guia Bolso? Bjs e parabéns pelo trabalho fantástico que vc está desenvolvendo! Com certeza está fazendo diferença na vida de mta gente (inclusive a minha).

edimilson gonçalves pereira 21 de July | 2016

parabens pelas suas palavras suas informaçoes sao valiosas

Bruna 07 de March | 2016

Bom dia Adorei conteúdo. Beijos!

Anderson Seta 18 de August | 2015

Parabéns pelo blog e pelas dicas! Passei a usar o aplicativo guia de bolso, e estou adorando...

Junior 20 de October | 2014

É verdade.

Nathalia Arcuri 19 de October | 2014

Olá Junior!
Você tem razão quando diz que é um exagero e digo mais: é uma saco! Mas pra quem não tem a menor idéia do quanto ganha e menos ainda do quanto gasta, analisar centavo a centavo é a única maneira de fazer um diagnóstico preciso da situação em que se encontra.
Esse tipo de "mergulho" exagerado pode ser comparado a um remédio para controlar uma gripe, por exemplo. Enquanto os sintomas existirem, tome o antigripal. Passou a gripe, pare de tomar.
No caso dos assalariados, eu recomendo fazer este diagnóstico detalhado durante um mês duas vezes ao ano. Já para aqueles que têm renda variável, como comerciantes e autônomos, o ideal é que o diagnóstico seja feito durante três meses, para que se tire uma boa média. Só assim será possível descobrir o caminho ou o ralo para onde o dinheiro está indo.

Junior 17 de October | 2014

Respeito a sua opinião e até compartilho da mesma em outras situações, mas ficar registrando tudo o que consome já é um pouco de exagero. Beijo e fica com Deus.