Dá para ficar rico fazendo freela?

Desde que escolhi a vida de freelancer como carreira, me acostumei com as piadinhas dos amigos e da família toda vez que troco de celular, faço uma viagem ou como em algum lugar mais caro. “Tá boa essa vida de freela, hein?” – essa é a frase que eles mais repetem.
Por Vivendo de Freela

 

O engraçado é que isso não acontecia quando eu trabalhava em empresa. Parece até que freelancer não pode ter dinheiro!

Mas a culpa não é deles: o fato é que tem muito profissional autônomo contando moeda na fila do supermercado. Uma pesquisa realizada com freelancers mostrou que mais de 50% ainda recebe menos de R$ 1 mil por mês com este tipo de atividade – o que é pouco mesmo considerando que boa parte só faz freela para aumentar a renda.


Mas, afinal, dá para ficar rico fazendo freela ou não?

Com certeza que sim! Aliás, a Nath fez um vídeo incrível sobre esse tema. Obrigatório assistir se quer apostar na carreira independente!

Juntei o melhor das dicas delas com a minha experiência sendo freelancer para dizer o seguinte:

  1. O que é ser rico?

Primeira coisa, volta tudo e pensa o que é ser rico para você. Com certeza algo bem diferente do que é para mim ou para outra pessoa. Por isso, antes de ficar “sonhando com a riqueza”, estabeleça o quanto afinal quer ganhar como profissional independente.

Ou seja, tenha metas! Pense em mínimo de receita por mês, investimentos que quer fazer, bens que quer comprar…. Realizar estes objetivos significará alcançar a riqueza do jeito que importa para você.

 

freela-fica-rico-1

2. Nada de ostentação

Por mais que você consiga ganhar muito bem como freelancer, lembre-se de que esse é um modelo de carreira que não deixa espaço para ostentação, mas sim para despesas muito bem planejadas.

Afinal, por mais que planeje, você não tem certeza de quanto vai ganhar nos próximos meses, se vai ter que parar de produzir porque ficou doente ou se vai ter um gasto inesperado.

Então, segura aquela vontade de comprar todo novo iPhone que é lançado e de viajar todos os meses, ok?

 

PARA SOBRAR DINHEIRO, VIVA UM DEGRAU ABAIXO!

 

3. Seja ousado e comprometido

Vejo muito freelancer reclamando que ganha mal e que não tem como melhorar neste ponto. Será mesmo? Quem atua como profissional independente em áreas como marketing, comunicação, desenvolvimento, entre outras, consegue cobrar mais de um jeito muito simples: correndo atrás e se qualificando ainda mais.

Virou freela? Então leve isso a sério! Trabalhe com profissionalismo, qualifique-se, coloque a cara a tapa, corra atrás de clientes, faça todos os dias algo a mais para melhorar seus serviços e, consequentemente, seus ganhos.

4. Escale como puder

Não dá para negar, entretanto, que existe um limite importante para o quanto vamos ganhar todos os meses: o quanto conseguimos produzir. Por isso, vale a pena buscar parcerias ou ferramentas que permitam escalar seu trabalho.

No meu caso, faço isso me associando a outros freelas para entregar serviços mais completos e contando com várias plataformas que reduzem meu trabalho operacional.

 

freela-fica-rico-2

 

5. Tire o dinheiro que está debaixo do colchão


Ou da poupança, que hoje em dia dá praticamente no mesmo. Existem opções de investimento mais ou menos conservadores que ajudam a multiplicar seus ganhos. Aqui no Me Poupe você encontra várias dicas sobre Tesouro Direto ou Renda Fixa, por exemplo.

 

olha pra mim

 

6. Seja um verdadeiro empreendedor

E Diretor Financeiro, analista de pagamentos, especialista em compras…. Não dá para escolher a vida de freelancer sem olhar para fluxo de caixa, contas a pagar, negociação com fornecedores, entre outros. Quando você começa a pensar com “cérebro de finanças” começa também a pensar melhor nos projetos que escolhe, nos investimentos que faz em si mesmo e no planejamento para sua rotina. Tudo para ficar um pouquinho mais rico!

 

freela-fica-rico-3

Freela dá mais dinheiro do que emprego tradicional?


Pode ser que sim, pode ser que não. Depende muito da sua experiência, do mercado em que atua, das oportunidades que abraça. No meu caso a troca da carreira certinha pela independência funcionou muito bem – mas só porque segui muito bem as dicas deste post.

Talvez você encontre seus próprios caminhos para a riqueza além desses, mas tenha certeza de que eles não vão deixar de incluir trabalhar duro, planejar o uso do seu dinheiro e escolher os melhores investimentos!

 

Você trabalha como freelancer? Conta aqui nos comentários como é a sua relação com o dinheiro!

 

luciane-costa-vivendo-de-freela-n-300x300

Artigo escrito por Luciane Costa, jornalista, redatora de conteúdo freelancer e editora do blog Vivendo de Freela.  Se você curtiu esse conteúdo, compartilha! Outras pessoas também podem estar precisando dessa dica 😉

 

Este texto é de responsabilidade do autor do artigo e não reflete necessariamente a opinião do Me Poupe!

 

materiais-ricos-me-poupe


Veja mais posts de Vivendo de Freela

5 maneiras de cobrar mais pelos seus serviços como freelancer

Como organizar suas finanças sem ter um salário fixo

 

Me Poupe! no seu email

Cadastre-se, é na faixa!

Nathalia Arcuri

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

2 comentários em “Dá para ficar rico fazendo freela?

  • 6 de março de 2018 a 5:46 pm
    Permalink

    As pessoas tem um ideia muito errada em ‘ser rico’. Acham que ser rico é ter dinheiro para fazer tudo, bem pode até ser, mas, ser rico é você conseguir se planejar e aí sim fazer o que quiser. Uma vez assisti um vídeo onde um cara ganhava 3000 dólares e era muito melhor de vida que um cara que ganhava 10000 dólares. Para ser verdadeiramente rico tem de seguir a velha máxima ‘viver sempre um degrau a baixo’.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *