Recebi o décimo terceiro, e agora?

Oitenta e quatro milhões de brasileiros estão com o bolso um pouco mais rechonchudo após o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário. São R$158 bilhões em benefício e seja qual for o tamanho da sua fatia nessa conta bilionária, aproveite!… Sara preparou o Be-a-ba do décimo terceiro pra ninguém se arrepender depois! Iéié!

Vou gastar todo o décimo terceiro em fraldas auto-limpantes!

Adoro a cara desse bebê ai da foto de cima… É mais ou menos assim que eu fico quando recebo uma grana extra! (Vou poupá-las desse constrangimento e não publicarei a imagem da cara de louca aqui, ok?)

Se você ganha décimo terceiro e também ficou assim “felizona” com o salário extra, tome cuidado porque senão logo depois do Natal essa ai embaixo será a sua expressão facial…
Mas já acabou?

Pois é.

Talvez você esteja se perguntando: O que será que acontece que meu décimo terceiro parece evaporar como a neve falsa do Shopping?

Eu respondo: existem vários motivos e o principal deles é a criança ansiosa e egocêntrica que existe dentro de cada um nós. (Desculpe se peguei pesado, mas infelizmente é verdade, pergunte ao psicólogo mais perto de você!) No momento de tomar uma decisão, a pequena travessa não quer esperar pra ver o resultado. Ela quer já, por mais que a oferta do futuro seja melhor.

Vou listar aqui algumas perguntas perigosas que costumam vir em mente assim que enfiamos as mãos no querido salário extra de final de ano:

Alerta amarelo
1 – “Pra que esperar o ano que vem para pagar as contas se agora mesmo eu posso fazer as compras de natal com o meu décimo terceiro?”

Alerta laranja
2 – “Porque não me dar esse presente de natal e comprar os melhores presentes da história se eu tenho dinheiro do décimo terceiro?

Alerta vermelho
3 – Será que não é melhor deixar essa dívida do jeito que está e usar o décimo terceiro pra viajar no Reveillon, comprar presentes e fazer a ceia?

Vamos as respostas…

P1 – “Pra que esperar o ano que vem para pagar as contas se agora mesmo eu posso fazer as compras de natal com o meu décimo terceiro?”

R: Se você já sabe que as contas do ano seguinte (IPTU, matrícula escolar, material escolar, etc)  virão e que vai ficar apertado pagá-las, porque não contar com a ajuda mais que bem-vinda do décimo terceiro?
E outra: Usando o décimo terceiro pra fazer as compras de natal você tem a falsa ilusão de que está montada na grana. Pense bem, se não fosse esse dinheiro, você poderia comprar tudo o que pensou? Provavelmente a resposta é não.
Antes de usar o salário extra pense quais são as prioridades do momento e se não tiver dívidas a pagar, concentre-se em acumular o necessário para a reserva de emergência que você prometeu fazer este ano, mas não cumpriu a promessa.
Antes que você diga que eu sou radical, é claro que é possível usar parte deste salário extra para comprar presentes, desde que você saiba o que está fazendo e tenha consciência de  que o dinheiro aplicado nos presentes hoje poderá ser, no início de 2015, a quantia necessária para garantir a tranquilidade ao longo de todo ano.

Exemplo:

Marina recebeu R$2.800,00 de décimo terceiro e está querendo comprar um carro. Ela tem R$ 1.800 que está guardando para dar entrada no automóvel e outros R$390,00 para comprar todos os presentes de Natal. O problema é que ela quer muito dar um tênis de R$290,00 para o namorado e sobrariam apenas R$100,00 para todo o resto dos presentes.

Lembra a história da criança ansiosa? É aqui que ela entra!

Sim, eu quero, eu quero!

Marina, prefere pegar R$950,00 do décimo terceiro pra dar presentes mais bacanas aos familiares e amigos a guardar a quantia e aumentar a reserva para dar a entrada no veículo.

Ou seja: se ela se contentasse em dar presentes mais modestos aos parentes teria agora R$4.600, que na poupança se tornariam R$4.738 em um ano ou R$5.332 em 5 anos.

Mas se ela não aguentar a vontade de surpreender a família neste natal, ficará com R$3.650, que na poupança se tornarão R$3.759 em um ano ou R$3.998 em cinco anos.

Diferença em dezembro de 2015: R$979,00

Diferença em dezembro de 2019: R$1.334,00

Conclusão

É este cálculo do dinheiro no futuro que precisamos fazer toda vez que essas perguntas mal intencionadas toma conta dos nossos pensamentos!

Você pode fazer este e outros cálculos nestes simuladores do Banco Central.

P2 – “Porque não me dar esse presente de natal e comprar os melhores presentes da história se eu tenho dinheiro do décimo terceiro?

R: Bom, acho que a segunda pergunta também acabou se encaixando na resposta da primeira. Serei clara:
Porque você não TEM esse dinheiro, você ESTÁ com este dinheiro e se souber cuidar bem dele poderá fazer a mágica da conversão do estar para o ter mais rápido do que imagina.

3 – Será que não é melhor deixar essa dívida do jeito que está e usar o décimo terceiro pra viajar no Reveillon, comprar presentes e fazer a ceia?

 

Não, não é. (Nooosssa, que grossa!)

O Brasil tem uma das taxa de juros mais altas do Mundo e nada é pior do que pagar essa conta. Dívidas como a do cartão de crédito, (10% ao mês em média) corroem o poder de poupança de qualquer pessoa. Sendo assim, meu bem, quando tiver a oportunidade de diminuir essa dívida, quitá-la ou pelo menos aumentar o poder de renegociação, faça isso!

E se por acaso você ainda está pensando em usar o dinheiro do décimo terceiro pra “causar” na festa de Natal, dá uma olhada no post que dá umas dicas de como não se endividar nesta época do ano clicando aqui .

Faça o seu décimo terceiro render mais este ano e seja feliz!

Me Poupe! no seu email

Cadastre-se, é na faixa!

Nathalia Arcuri

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

2 comentários em “Recebi o décimo terceiro, e agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *