Por que você pode (e deve) pedir um aumento?

Simples: Porque você sabe o que faz, faz melhor que outras pessoas e merece ter o seu valor profissional remunerado de acordo. Como fazer isso? Este é mais um desafio para Nath, mas chegaremos lá. Clique aí embaixo, entenda porque seu colega de trabalho ganha mais do que você e fique mais perto do aumento merecido.

Por Nathalia Arcuri

Veja o sorriso de satisfação no rosto do sujeito da foto. Que impressão esta expressão facial lhe transmite?
a) Sou melhor que você, rá!
b)Agora tenho mais dinheiro e poder, chupa.
c)Enquanto você se preocupa com o seu porquinho já estou pensando em como aumentar este meu porcão.Se você pensou na alternativa A, acertou. B, acertou também, C então, na mosca!Mas antes de maldizer o dono do suíno recheado, vamos ao nosso momento mágico de reflexão. Só um aviso: Isso pode doer.Nos Estados Unidos uma mulher trabalha 16 meses para ganhar o que um homem, no mesmo cargo, recebe em um ano. Tendo este dado em mente, vale a pena botar o dedo na ferida e pensar: Por quê?

Além das questões culturais, como o machismo impregnado na ideologia das empresas, existem outras questões de cunho psicológico. É entendendo estas nossas íntimas questões que chegamos à receita de um salário compatível com o nosso desempenho profissional.

Basicamente o mundo corporativo descobriu o seguinte:
Mulheres são facilmente convencidas de que a empresa não pode arcar com o salário exigido, enquanto os homens são mais questionadores.
Mulheres tem medo de parecerem ambiciosas e por isso acabam deixando de lado as aspirações salariais, quando na verdade este é apenas um direito adquirido pela competência oferecida.
Mulheres pesquisam menos antes de pedir aumento. Não buscam saber quanto o colega homem ganha para desempenhar a mesma função, de quanto foi o último aumento oferecido no setor e quais são as queixas e os elogios recentes feitos ao seu trabalho.

Então mãos à obra:

Antes de sentar em frente ao chefe e pedir uma remuneração mais condizente com suas responsabilidades na empresa, pense no seguinte:
Eu mereço?
Eu quero?
Eu preciso?
Eu consigo?

Se a resposta para todas as perguntas for sim, então passe à próxima etapa…

Sangue Frio

Esqueça que você é mulher, que tem filhos, que precisa do emprego e que não faz a menor idéia do que vai falar.
Ponha-se em primeiro lugar e, se preciso, vá até o espelho mais próximo e repita para sí mesma: Você é foda! Assim mesmo, com o palavrão.
Prepare bem seus argumentos. Ninguém ganha aumento só porque quer. Deixe claro seu desempenho, sua contribuição e sua dedicação à empresa.
Esteja pronta para o ataque. Sempre vai haver a desculpa de que a empresa está passando por um momento difícil… Mostre compreensão, paciência, mas não amoleça! Se preciso, diga tudo de novo.
Olhe nos olhos, seja firme, demonstre segurança na voz, no corpo e nos gestos.
Evite se mexer muito na cadeira, ou olhar para o relógio. Estes atos, muitas vezes inconscientes, demonstram insegurança.
Saiba que mesmo fazendo tudo da maneira correta, pode não dar certo.
A regra do raciocínio é: O “não” nós já temos, o que nos resta é batalhar pelo sim.

Lute pelo seu sim e seja feliz!

Nathalia Arcuri – Me Poupe

photo-nathalia

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

Me Poupe! no seu email

Cadastre-se, é na faixa!

Nathalia Arcuri

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

Um comentário em “Por que você pode (e deve) pedir um aumento?

  • 25 de novembro de 2016 a 7:22 pm
    Permalink

    Muito Bom o artigo, estão de parabéns, vou passar a seguir mais o site!!! Obrigadaa !!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *