Entenda como explorar o LinkedIn para se tornar uma autoridade na sua área

11 de julho | 2018

O LinkedIn nasceu com o propósito de conectar profissionais. A rede permite que você aumente sua base de contatos, busque uma recolocação e ganhe visibilidade e autoridade

Por Rock Content

No Brasil, são mais de 30 milhões de pessoas conectadas no LinkedIn, o que assegura o terceiro lugar em número de usuários no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia.

Por conta desses fatores, é essencial que você aprenda a explorar essa plataforma ao máximo.

Seja você um nômade digital, um trabalhador CLT ou autônomo, ter mais destaque nessa mídia é fundamental e é algo que está ao alcance de praticamente qualquer pessoa. Neste texto, daremos dicas de como usar o LinkedIn e como se tornar uma autoridade nesta rede. Confira!

 

Privilegie imagens personalizadas

Um dos primeiros passos para ter um perfil completo e de sucesso no LinkedIn é incluir todos os dados relacionados à sua carreira. Isso é feito de forma intuitiva, porque a própria plataforma te instrui.

É essencial investir principalmente na foto do perfil e na foto de capa. Juntas, elas se tornarão uma espécie de cartão de visitas na rede.

Na foto do perfil, você precisa ter atenção à credibilidade que quer passar para os seus contatos. Por isso, é muito importante investir em fotos de qualidade e que mostrem seu rosto.

Portanto, nada de postar imagens com roupas inadequadas, poses sensuais ou em festas. Embora isso seja uma questão óbvia, muitas pessoas ainda acham que o LinkedIn é como se fosse o Facebook.

Por outro lado, fuja também daquela foto de identidade, que é muito séria e posada. Além disso, tome cuidado para não passar uma imagem de arrogância, como pode acontecer ao apostar em imagens de braços cruzados.

A foto precisa transmitir quem é você e o que você faz. Se for possível, vale a pena contratar um fotógrafo e garantir um acervo de fotos profissionais para serem usadas em sua estratégia.

No que diz respeito à foto de capa, valem as mesmas dicas da foto do perfil. Ela precisa estar alinhada com os seus conhecimentos e habilidades e com o objetivo de ter um perfil de sucesso.

 

linkedin

 

 

Já conhece o Linkedin da Nathalia Arcuri? A Nath conta mais no LinkedIn sobre sua trajetória empreendedora e sobre como se tornou uma das maiores autoridades quando o assunto é finanças pessoais. 

 

Aposte em um título claro e objetivo

Logo abaixo da foto pessoal, existe um espaço para escrever seu título profissional, que deve resumir a sua formação e a sua experiência. Trata-se de um dos campos mais importantes do LinkedIn.

Ele é essencial para as pessoas que realizam buscas e também para que elas entendam o que você faz. Escrever algo como “analista de marketing” ou “em busca de recolocação” pode ser vago e desperdiçar o potencial da ferramenta.

A Flávia Gamonar, por exemplo, que é uma das principais influencers do LinkedIn, descreve seu título assim: “Especialista em conteúdo e LinkedIn, professora, palestrante, autora de livros, Top Voice LinkedIn e chocólatra”.

 

Escreva um resumo atraente

Logo abaixo do título, as pessoas poderão ver um resumo sobre você. O espaço é maior e permite que você detalhe as particularidades da sua carreira. Busque falar mais sobre você, a sua trajetória e as suas principais conquistas na carreira.

Lembre-se de que esse texto deve ter a capacidade de despertar a curiosidade nas pessoas em relação ao seu trabalho. É o lugar ideal para ir muito além da sua formação acadêmica e a experiência de mercado.

Quanto mais atualizado e completo for seu perfil no LinkedIn, melhor. Mas é preciso fazer mais do que isso, como veremos a seguir.

 

linkedin1

 

Faça networking

Como o próprio nome sugere, rede social é um espaço para socializar. Sendo assim, faça valer as possibilidades do LinkedIn. Na plataforma, você tem oportunidades únicas de conhecer pessoas que atuam na mesma área que a sua ou em outra em que você tenha interesse.

Uma ideia muito interessante é estabelecer algum tipo de contato com influenciadores da rede. Existem profissionais, como a Laíze Damasceno (que, inclusive, nos ensina sobre gentileza no LinkedIn), o Matheus de Souza e o Murillo Leal, que se transformaram em verdadeiras referências no LinkedIn, além de serem colunistas da Rock Content.

Sem dúvidas, eles podem trazer muita inspiração para os seus propósitos na rede.

Lembre-se, portanto, de sempre deixar comentários, fazer perguntas e dar sugestões em publicações — não só nos posts dos influenciadores, claro, mas também nas publicações de pessoas menos conhecidas. Um usuário ativo sempre chama atenção das pessoas e isso pode ser essencial para formar uma forte rede de contatos.

A dinâmica do LinkedIn é muito interessante e, se você quer ser visto por outras pessoas na rede, é preciso se mexer constantemente. Uma boa ideia é baixar o aplicativo da plataforma em seu smartphone. Apesar de algumas funções só serem acessadas pelo desktop, vale a pena ter o app.

Quando você adota o hábito de interagir, comentar, curtir, compartilhar e ajudar sem querer nada em troca, os resultados começam a aparecer de forma natural.

 

Interaja nos grupos

Outra utilidade muito poderosa do LinkedIn são as comunidades e os grupos. Eles possibilitam um debate e o compartilhamento de ideias e experiências em relação a diversos assuntos. Basta você procurar a sua área de interesse e certamente encontrará um grupo que trata do tema.

Os grupos possibilitam que a sua rede de conexões seja expandida e também é uma forma de buscar novidades e tendências da sua área. Além disso, eles são um excelente espaço para tirar dúvidas e compartilhar experiências com outros usuários.

 

Produza um conteúdo relevante para o seu público

O LinkedIn possibilita inúmeras formas de criar conteúdos. Você pode, por exemplo, fazer posts em seu feed com até 1300 caracteres, dando uma dica rápida ou relatando uma experiência. Nesse tipo de post mais curto, você também pode aproveitar para inserir uma imagem, o que ajuda a reforçar a sua mensagem.

Além disso, existe a opção de escrever artigos mais longos na plataforma de publicação, por meio do Pulse, que é o blog do LinkedIn. Nesse caso, o céu é o limite e você pode explorar essa ferramenta de maneira bastante efetiva. Seus artigos ficam sempre visíveis para os seus contatos e representam mais uma excelente forma de mostrar seu trabalho.

Foi justamente no Pulse que muitos influenciadores ganharam evidência e hoje são seguidos por milhares de pessoas. Pense nesse blog como uma ótima vitrine para as pessoas conhecerem seus trabalhos e suas experiências profundamente. Além disso, existe a possibilidade de republicar esses posts em algum outro blog, como o Medium, ou nas próprias mídias sociais, como no Facebook.

É sempre bom lembrar que, para escrever conteúdos, é preciso ter muita dedicação. No entanto, quando você aposta em temas relevantes e que realmente agregam valor para as pessoas, vai construindo a sua credibilidade e autoridade na plataforma. Além disso, saiba que os conteúdos trabalham 24 horas a seu favor, então as possibilidades de você se destacar são grandes.

Busque sempre contar histórias e mostrar a relevância das suas ideias e dos seus produtos ou serviços. Dessa forma, você conseguirá se diferenciar e chamar a atenção das suas conexões. Nos dias atuais, a publicidade explícita não faz muito mais sentido. Vivemos tempos em que é preciso gerar valor, ou seja, é preciso primeiro se doar para depois colher.

Além dos textos, existe a possibilidade de criar e publicar vídeos nativos do LinkedIn. Esses vídeos podem ter até 10 minutos, o que faz com que o engajamento aumente de maneira considerável, principalmente porque o usuário não terá de sair da rede para assisti-los. Eles são ótimos para tornar a sua imagem mais conhecida, pois têm o poder de fazer com que as pessoas se lembrem exatamente de quem é você.

 

Tenha dedicação e persistência

Para que você ganhe espaço e finalmente conquiste a sua autoridade na rede, é preciso ter um perfil muito atrativo e bastante movimentado. No entanto, só isso não basta. No LinkedIn, não existe milagre e nem fórmula mágica. É preciso dizer que os resultados não acontecem da noite para o dia. Para ter sucesso, é preciso ter muita dedicação e persistência.

Também não adianta apelar para conteúdos sensacionalistas ou matérias “caça-cliques”. Elas podem até servir para o curto prazo, mas certamente não colaborarão para construir uma boa imagem e reputação.

Em meio a milhares de pessoas e conteúdos, para ser visto e lembrado é preciso, além de bons textos, imagens e vídeos, pensar na experiência do usuário como um todo. As pessoas só acompanharão seu conteúdo se ele realmente possibilitar uma leitura construtiva, independentemente do tamanho.

Estar presente no LinkedIn só funciona se você fizer a sua parte. Antes de qualquer coisa, pense em qual imagem quer passar. Reflita se está claro o que você faz e se você realmente facilita que as pessoas te encontrem e façam contato.

Por fim, a dica mais importante: seja sempre você. É indispensável que você se conheça bem e saiba quais são seus principais diferenciais. O que te torna único e especial impulsionará suas conquistas. Consequentemente, você ganha mais visibilidade para se tornar uma autoridade no LinkedIn.

E, para entender ainda mais como fazer sucesso na rede, baixe gratuitamente o Guia Completo de Boas Práticas no LinkedIn. É um ótimo material para você baixar, ler, guardar com carinho e consultar sempre que quiser uma inspiração ou aplicar alguma boa prática na plataforma.

 

Comunidade Rock Content é um blog focado no treinamento e captação dos freelancers que produzem conteúdo na nossa plataforma para conseguirem aquela grana extra. Fornecemos as melhores dicas e práticas de produção de conteúdo para web, vida e carreira de freelancer, além de conteúdos gerais sobre organização, produtividade e Marketing de Conteúdo.

 

Este texto é de responsabilidade do autor do artigo e não reflete necessariamente a opinião do Me Poupe!

 

materiais-ricos-me-poupe

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

Como utilizar o marketing pessoal para ganhar autoridade

Onde aprender a ser freelancer?

COMO COBRAR MAIS CARO PELO SERVIÇO DE FREELA E AUTÔNOMO 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a deixar seu comentário