COMO ECONOMIZAR NA COMPRA DE FRALDAS! O guia prático que toda mãe precisa saber.


Ser mãe/pai tem muito amor envolvido, mas ninguém me avisou que tem muito cocô também! Se você pensa que escolher o melhor custo-benefício para papel higiênico é uma caca, é porque ainda não adentrou nas escolhas de fraldas!

emoji poop

Por Elle Braude  – Especialista em finanças e mãe de trigêmeos


Chega mais, que hoje eu vou destrinchar esse mundo confuso das fraldas infantis para ajuda-los a economizar uma grana.

Quando os bebês chegaram em casa, eles mamavam de 3 em 3 horas, e antes de cada mamada era uma trocada de fralda, ou seja, no início eram pelo menos 24 fraldas por dia…

Como sou econômica por natureza, além de testar as fraldas descartáveis que ganhei de presente no meu chá de bebê, comprei fraldas genéricas de supermercados, marcas desconhecidas e também testei os “big boys” (Pampers e Huggies) nas minhas pequenas cobaias.

Com isso aprendi a primeira grande regra de ouro das escolhas de fraldas:

keep cal

Nem sempre a fralda mais barata compensa, e nem sempre a fralda mais cara é a melhor.
Um dos piores terrores de uma mãe cansada e ainda sem prática é o vazamento das ditas cujas. É um inferno. Os meus bebezugos ficavam fulos da vida.

baby poop

“Pô mãe, já tô toda molhada, aí fica você tentando tirar minha roupa toda, tirar esse treco sujo, para depois tentar encaixar esse outro treco seco, passar os meus braços nessas mangas e pernas nessas calças? GRRRR, eu quero é ficar pelada!”

A escolha das fraldas precisa levar em consideração 2 itens principais:

– O formato do corpo do seu baby

– A quantidade de xixi ou cocô produzida

Em relação ao formato do corpo, existem múltiplos tipos de bebês: gordelícias, esbeltinhos, bundudos, bundinhas panquecas, coxudinhos, palitinhos e por aí segue a lista.

Cada formato de corpo vai se adequar melhor com uma ou duas marcas de fraldas. Bebês mais magrinhos costumam se dar melhor com fraldas que tem uma boa proteção lateral contra vazamento e com elásticos de bom acabamento (Turma da Mônica por exemplo).

turma da monica

Bebês mais parrudinhos já precisam dessas proteções um pouco mais folgadas (Mamypoko por exemplo).

Lembrando também que os pequerruchos podem apresentar algum tipo de sensibilidade ou alergia a componentes específicos em algumas fraldas. Então, atenção a bolinhas, vermelhidão e irritação!

Já no quesito de produção de dejetos, a chave aqui é testar para achar as marcas de fraldas com a quantidade mínima necessária de gel absorvente (também conhecido como poliacrilato de sódio ou floc gel ) para que o seu bebê não vaze. Infelizmente essa não é uma informação prontamente disponível, só testando as fraldas para saber. Via de regra, quanto mais floc gel tem uma fralda, mais cara ela será, mas menos vazamentos a mamãe terá que enfrentar.

Como descobrir qual fabricante tem a fralda com melhor custo benefício para seu bebê?

wiley-coyote-help

Aí que a gente se esbarra na segunda regra de ouro que aprendi nessa jornada:

Os fabricantes de fraldas adoram confundir as mamães e papais.

Calma que estou aqui para explicar o be-a-bá.

Existem alguns direcionadores a serem considerados em relação ao preço das fraldas. O primeiro é a marca da fralda, o segundo é a segmentação e o terceiro é o tamanho da fralda.

Marca

Em geral, quanto mais “famosa” a marca, maior a tendência dos preços serem mais caros.

Levando só a marca em consideração, deixo aqui minha percepção das marcas mais caras para as mais baratas (sendo que só estou opinando sobre as marcas conhecidas das fraldas que testei aqui em casa):

1. Pampers

Confort sec pampers

2. Mamypoko

fralda mamypoko

3. Huggies

supremecare-menina-g

4. Pompom

POMPOM

5. Capricho

capricho baby

Segmentação:

Tem mais! Afinal de contas, se fosse só levar a marca em consideração, aí seria muito fácil né? A coisa complica porque as fabricantes de fraldas geralmente segmentam suas fraldas nos nichos top de linha, intermediários e/ou econômicos, sendo que quanto mais cara a fralda de uma determinada marca, maior a quantidade de gel absorvente que ela conterá além de outras firulas, tal como material utilizado na parte externa da fralda, indicadores de humidade, fitas elásticas que colam novamente e estampa de bichinhos coloridas.

Na tabela abaixo eu mastiguei a segmentação das marcas que testei, exceto pela Mamypoko, que não tem segmentação. Outro detalhe, deixei as fraldas-calça de fora, pois elas sempre serão mais caras que as fraldas comuns e o objetivo aqui é chegar na fralda com melhor custo-benefício para o dia-a-dia, certo?


Tamanho vs. Quantidade

Aqui os fabricantes enrolam a gente de vez, porque via de regra, apesar do preço permanecer o mesmo, conforme muda o tamanho da fralda, muda a quantidade de fraldas no pacote, ou seja, quanto mais o seu bebê cresce, maior o custo da fralda.

cry a lot

Vamos para a aulinha prática.

Estou utilizando a fralda da Turma da Mônica Tripla Proteção como exemplo, mas ele vale para todas as outras fraldas, ok?

Marca Segmento Tamanho Peso Qtde Preço Valor Unitário

Huggies Tripla Proteção – Turma da Mônica P 0 a 6 kg 60 R$ 39,90 R$ 0,67 M 5,5 a 9,5 kg 54 R$ 39,90 R$ 0,74 G 9 a 12,5 kg 48 R$ 39,90 R$ 0,83 XG 12 a 15 kg 42 R$ 39,90 R$ 0,95

*cotação obtida na Droga Raia em 31/01/2017

Apesar de a fralda sempre custar R$ 39,90 nesse exemplo, quando a gente divide o valor da fralda pela quantidade de fraldas que tem em cada pacote, o valor vai aumentando e com isso seu bolso esvaziando….

empty pockets

Lembrando que, para cada tamanho, os fabricantes podem ter pacotes de diferentes quantidades. Por exemplo, o tamanho P da Turma da Mônica Tripla Proteção pode vir em pacotes de 28, 36 ou 60 unidades. Via de regra, quanto maior o pacote, melhor o preço.

Dicas práticas

Agora que já consegui explicar o básico das fraldas descartáveis, vamos para as dicas práticas:

1. Teste, teste e teste. Se possível peça fraldas no chá de bebê para obter marcas variadas, e assim avaliar as fraldas que melhor vão com o formato do corpo do seu bebê. Uma vez testadas, veja se o segmento econômico já atende as suas necessidades sem ter bebês vazados chorando pela casa.

2. Compre fraldas sempre pesquisando o valor unitário. Use e abuse da calculadora do seu celular e quando for às compras divida o valor da fralda pela quantidade do pacote. Os preços podem variar de R$0.50 a R$ 2.00 por unidade!

3. Busque locais que vendam grandes quantidades de fraldas tais como distribuidoras de fraldas ( ex: JN Fraldas e Blatt Fraldas no Brás em SP) ou atacarejos (ex: Atacadão, Makro, Sam’s Club). Fique também de olho em promoções pontuais de hipermercados (ex: Extra, Carrefour).

4. Demore para fazer o upgrade de tamanho. Fraldas P são mais baratas que as M e assim por diante.

“Mamãe, essa fralda já tá uma tanguinha!”

Qual é a minha preferência pessoal? Tchanan! Na realidade, as fraldas que considero as campeãs são as fraldas de pano modernas. Pode deixar que no próximo post vou explorar esse nicho duplo “eco”: ecológico e econômico!

foto final


C’est tout! Até a próxima!

_DSC7892

Sou a Elle Braude, planejadora financeira certificada CFP ® , formada em Finanças pela New York University, pós graduada em Banking pela Fundação Dom Cabral. Sou mãe de trigêmeos com especialização em aproveitar mais o tempo com a minha tropinha gastando menos.

 

 


VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR:

LOOK GESTANTE: COMO SE VESTIR GASTANDO POUCO!

TEMPO É DINHEIRO! APRENDA A ORGANZAR A PAPELADA E ECONOMIZE UMA GRANA

Me Poupe! no seu email

Cadastre-se, é na faixa!

Nathalia Arcuri

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

8 comentários em “COMO ECONOMIZAR NA COMPRA DE FRALDAS! O guia prático que toda mãe precisa saber.

  • 7 de fevereiro de 2017 a 11:29 am
    Permalink

    “Via de regra, quanto maior o pacote, melhor o preço.”

    Nem sempre, por isso a melhor técnica é testar qual a melhor fralda, e sempre pesquisar, principalmente na internet tem ótimas promoções.

    Outro detalhe importante é nunca comprar fraldas quando estão perto do fim, dificilmente vai fazer um bom negocio.

    A Mestre das dicas foi: comprar a fralda mais barata e trocar o dobro de vezes não vai te economizar colocando a água, o sabão e tempo com roupas e o bebê estressado.

    Responder
  • 7 de fevereiro de 2017 a 11:50 am
    Permalink

    ola,

    eu sempre compro produtos com base no valor unitário. (passei por esse lance das fraldas com meu filho) mas, sempre que ia em farmácias ou lojas fazia a conta do valor PACOTE divido pela QUANTIDADE…. e levava a quantidade que precisava, se fosse 90 ou 120 fraldas, via qual pacote mais barato e pronto. e algumas vezes o pacote médio saia mais barato. pode ser pela procura… é bom ficar atento.

    agora passo pelo mesmo exemplo com o tratamento de refluxo, alergias e imunidade. e faço a mesma conta pra saber quanto esta o valor de cada 1ml do remédio … (valor do VIDRO divido pela quantidade de ML) nesse caso a maior parte das vezes o valor do MAIOR vidro fica mais barato, principalmente da formula da alergia e imunidade.

    geralmente compramos a formula que vem 300ml.
    levo o conceito que, o mesmo tempo gasto para fazer 100ml ou 500ml dependendo da limitação da maquina, pode ser o mesmo, e os insumos para fazer o remédio não diferem muito, então, é melhor pagar para fazer maior volume do mesmo remédio. e a hr de funcionário, hr maquina e ect. (não compensa fazer só 100ml de formula… com isso pagamos quase o dobro pelo triplo de quantidade)
    em tbm tem a questão, menos 2 embalagens e menos 2 rótulos, menos 2 comissões e menos 2 fretes (no nosso caro andamos + de 50km para buscar o remédio)

    da uma boa diferença.

    é isso aí…. sou seu fã… rs

    Responder
  • 7 de fevereiro de 2017 a 2:49 pm
    Permalink

    Realmente essas dicas são ótimas, mas fazer um chá de fraldas também ajuda muito! Filho de pobre não pode ficar escolhendo muito kkkkkkk.
    O que me ajudou muito quando o meu pequeno estava nas fraldas eram os pacotões econômicos com 100 fraldas, saia em média $0,39 cada, e também as compras em distribuidoras, sempre saia mais barato, as fraldas de marcas eu deixava para sair, como passear e idas ao pediatra.

    Responder
  • 8 de fevereiro de 2017 a 8:08 am
    Permalink

    Vale citar a internet.. existem grupos de desconto espalhados pelo face para descobrir as ofertas e compartilhar para todo mundo!

    Responder
  • 14 de fevereiro de 2017 a 11:37 am
    Permalink

    Lamentável que o artigo não tenha sequer mencionado as fraldas de pano modernas. Tenho impressão que a economia é muito maior com elas, mesmo com os custos de lavagem. Quem se interessar pelo assunto, esse artigo fez uma ótima comparação: http://www.vovoaki.com/2015/10/nova-tendencia-fraldas-reutilizaveis-voces-usariam-nos-seus-bebes/
    Se eu tiver outro filho, certamente vou considerar essa alternativa. Com certeza o bolso e o meio ambiente irão agradecer.

    Responder
    • 16 de fevereiro de 2017 a 1:19 pm
      Permalink

      Aparecida, fique tranquila! Este é o tema do próximo artigo (a gente até avisou no meio do artigo!) 😉

      Responder
  • 16 de fevereiro de 2017 a 9:37 am
    Permalink

    Já está preocupada com Juros Compostos Arcuri, hein ?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *