COME-COTAS! CUIDADO COM ELE!

 Come-cotas: O nome diz tudo. Se fosse bom, não comia nada de ninguém, concorda?

Gente, ouve o que a Nath tá dizendo…  esse come-cotas é meio come quieto, sabe?

Muita gente nem sabe que eles existe e são raras as pessoas que entendem exatamente como ele funciona e de que forma o come-cotas age sobre o seu rico dinheirinho.

Vou explicar neste post da forma mais simples possível pra que ninguém tenha dúvida e pra que você possa ficar mais atenta (e atento) da próxima vez que rolar uma indecisão sobre onde e em que investir. Presta atenção e compartilha este artigo! Ele pode ajudar muita gente que está sendo comida pelo come-cotas por ai!

Por Nathalia Arcuri

 

COME-COTAS! CUDADO COM ELE!

frases_caminhao_barriga_cheia
O QUE É?

É um tipo de tributação (mordida do leão do Imposto de Renda) sobre a rentabilidade dos fundos de investimentos que “come” uma determinada fatia das suas cotas do fundo durante o período da aplicação.

Nã sabe o que são fundos de investimentos? Veja aqui!

QUAIS FUNDOS SÃO COMIDOS?

Todos, com excessão dos fundos de ações. Fundos de Renda Fixa, Multimercado e de Previdência estão sujeitos à mordida que acontece duas vezes ao ano.

COMO FUNCIONA?

O Come-Cotas mata a fome duas vezes ao ano: MAIO E NOVEMBRO. (Aparentemente está de dieta!)

Ok, não teve graça… Seguindo.

hungry-baby
Se o come-cotas fosse uma pessoa…
QUANTO COME?

Ai depende do prazo do fundo e da alíquota do IR referente ao tempo que o dinheiro ficou aplicado, seguindo a tabelinha:

Tabela-Regressiva-Imposto-de-Renda

Fundos de Curto Prazo (Até 1 ano)

Neles são adotadas duas alíquotas: 22,5% para quem investir por até seis meses e 20% para quem investir por mais de 6 meses.

Fundos de longo Prazo (acima de 1 ano)

É cobrada a aliquota mínima de 15% no Come-Cotas mas se você tirar o dinheiro um ano e dois dias depois de investir, por exemplo, vai cair na alíquota de 361 a 720 dias e terá que pagar o restante do Imposto, ou seja 17,50% (imposto devido pelo tempo que o dinheiro ficou aplicado) – 15% (imposto que o come cotas tirou de você) = Você terá o desconto de 2,5% da rentabilidade no saque do dinheiro, além dos 15% que o come-cotas devorou em maio e novembro.

cute-hungry-baby-eating-solid-food-11032069
Ações não! Quero do outro!
E OS FUNDOS DE AÇÕES, NÃO SÃO SABOROSOS?

Olha, aparentemente fundos de ações acabam sendo mais apetitosos pra quem investe do que para o Come-Cotas. A aliquota do IR para Fundos de ações é sempre de 15% sobre a rentabilidade no resgate da grana. NÃO TEM COME COTAS.

E como o COME-COTAS prejudica as minhas aplicações?

A longo prazo o CC (apelido íntimo pra Come-Cotas) acaba reduzindo o poder dos juros compostos, já que parte da rentabilidade é levada antes de poder ser “Multiplicada” por esta força suprema da economia.

ENTÃO FUNDOS SÃO RUINS?

NÃO! Fundos não são ruins, mas é preciso saber em que fase da sua vida eles serão melhor aproveitados e pra que tipo de objetivos funcionam melhor.

CLAAAAARO QUE VOU TE AJUDAR, MINHA FILHA.

Pra quem já tem dinheiro na Renda Fixa, quer investir em ações mas não sabe como fazer isso: Fundos de ações são ótimos!

Pra quem tem objetivos de curto e médio prazo e procura investimentos mais “ousados” que a renda fixa (Tesouro Direto, CdBs, etc): Fundos Multimercado vão bem a calhar.

Pra quem tem objetivos de curto prazo e ainda não manja de renda fixa: Fundos de Renda Fixa de curto prazo podem ser uma boa porta de entrada.

Saiba o que é renda fixa e como ganhar dinheiro com ela

Gostou desse post? Compartilhe nas suas redes sociais!

Investigue, invista melhor e seja feliz!

Nathalia Arcuri – Me Poupe

photo-nathalia

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

 

Me Poupe! no seu email

Cadastre-se, é na faixa!

Nathalia Arcuri

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

8 comentários em “COME-COTAS! CUIDADO COM ELE!

  • 21 de setembro de 2016 a 6:27 pm
    Permalink

    Natália, me explica uma coisa. Esse come cotas atua apenas sob os fundos de investimentos, certo? Caso o investimento seja feito em um produto diretamente não incide essa tributação bi anual? Se puder exemplificar com fundos de renda fixa e um investimento direto te mando queijo e doce de leite de Minas. hehe (essa parte do queijo é brincadeirinha, mas o doce de leite rola)

    Responder
  • 27 de setembro de 2016 a 11:43 pm
    Permalink

    Nath, colírio financeiro para meus olhos e bolsos, não tem como evitar o CC?

    Responder
  • 25 de novembro de 2016 a 8:12 am
    Permalink

    Nath, assisto seus videos ha algum tempo ja e decidi sair da poupança pra investir no tesouro selic. Porem, nesse primeiro mes, a rentabilidade bruta do meu titulo foi de 0,87%, ou seja, menos do que a selic no mes, devido a ser calculado com base nos dias uteis do mes né? Isso que a selic ta alta, imagina quando baixar!!!
    Andei olhando os fundos de renda fixa na easynvest e achei o brasil plural high yield que tem uma taxa de adm de 0,50%, porem esta rendendo cerca de 1,10% ao mes e necessita de 3000 reais o minimo para comprar o fundo, ai eu te pergunto, é vantagem juntar os 3000 no selic e depois mudar para esse fundo ja que tambem tem liquidez diaria?

    Obrigado!!!

    Responder
  • 10 de janeiro de 2017 a 1:44 pm
    Permalink

    Olá Nath,
    Estou começando a investir agora e depois de pesquisar e conversar com amigos fiz um investimento em renda fixa no banco que tenho conta, mas após investir o dinheiro descobrir que ele é um come cotas. Esse dinheiro que tenho investido é a renda de segurança de 6 meses de salário para emergências. Gostaria de saber se você pode me ajudar o que fazer. Preciso de um investimento que tenha um bom rendimento ( estou tendo uma rendimento de 13,2171% no último ano), mas que seja possível retirar o dinheiro a qualquer momento em caso de emergências. O que fazer?

    Responder
  • 13 de novembro de 2017 a 1:00 pm
    Permalink

    Uma dúvida.
    Comecei a investir em renda fixa há dois meses.
    O come-cotas acontece em novembro.
    Se ainda não tenho 6 meses de aplicação, ele vai “comer” 22,5% do que tenho investido até o momento?

    Responder
  • 20 de fevereiro de 2018 a 12:47 am
    Permalink

    Bom dia.
    Gostei da matéria, só que estou com uma dúvida sobre o (come-cotas), é que não vi resposta em nenhum lugar.
    Ex: caso tenho uma aplicação de longo prazo em um fundo de renda fixa, se eu deixar o didin por mais de um ano, vou ser tributado em 15% em maio e 15% em novembro? E assim seram os tributos sucessivamente no mesmo fundo nos anos seguintes?
    Só uma dúvida mesmo, todo ano serei tributado em 30% do meu rendimento pelo come-cotas?
    Valeu obrigado.

    Responder
  • 2 de abril de 2018 a 8:35 pm
    Permalink

    Olá Nath e equipe Me Poupe!

    Estou nos primeiros passos para começar a desfuder minha vida financeira e acabei de conhecer essa peste que é o come-cotas. Tem como fazer um vídeo sobre ele e explicar porque, mesmo com ele, a Renda Fixa é uma boa opção? E a que devemos nos atentar ao escolher uma aplicação que sofrerá com essa comida duas vezes ao ano de tal forma que ela seja vantajosa?

    Obrigada!

    Responder
  • 7 de maio de 2018 a 8:47 pm
    Permalink

    Olá , meu nome é Adriano Comin, tenho aplicado em fundo de ações do BB desde 2013. Até 2017, quando eu solicitava resgate, era só dividir o valor resgatado pelo valor da cota do dia do resgate e batia certinho a quantidade de cotas subtraídas, já descontando o IR… porém, em 2018, notei que para além das cotas referentes ao valor resgatado, estão comendo cotas para cobrar o IR.
    Ex: solicitei resgate de r$ 7000,00 fundos da vale, com a cota à r$ 15,02
    De IR desconfiaram r$ 164,56 .E retiraram 476.704785 cotas.
    está correto isto? No banco não souberam informar o que acontece. Obgado, abraços.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *