Banco Neon: Saiba o que fazer se você é correntista

07 de maio | 2018

Entenda o que aconteceu e o que você deve fazer daqui pra frente

Na sexta-feira passada tivemos a notícia da intervenção do Banco Central no Banco Neon S.A., que possui sede em Belo Horizonte.

A empresa mais conhecida que possui a conta digital é operada pela empresa Neon Pagamentos, que não passou pela intervenção.

São duas instituições com o mesmo nome, donos diferentes e com acordo operacional em comum. A Neon Pagamentos precisa de uma estrutura de banco para realizar as operações no mercado financeiro e por isso a necessidade do acordo com o Banco Neon S.A.

O Banco Neon S. A. sofreu intervenção pois o Banco Central do Brasil identificou irregularidades nas operações do banco.

O Neon Pagamentos anunciou, nesta segunda-feira, que o novo banco parceiro de operações é o Banco Votorantim. Um banco financeiramente saudável, considerado o sexto maior banco privado brasileiro, contando com o Banco do Brasil e o Grupo Votorantim como acionistas.

Quem tem conta, cartão, investimentos na conta digital da Neon Pagamentos, foi bloqueada na sexta-feira, 04 de maio, dia da intervenção. Os serviços ficaram fora do ar e com a nova parceria estão retomando aos poucos. Neste link é possível acessar a página que a Neon Pagamentos criou para que você possa acompanhar a situação de funcionamento de cada serviço.


Serviços disponíveis

De acordo com as informações da Neon Pagamentos, os clientes têm as seguintes opções:

 

  1. Cartão de débito e Cartão pré-pago: pode sacar nos caixas eletrônicos até o limite de 2mil reais por dia. O primeiro saque é gratuito e os demais cobra R$ 6,90 por saque. Pode também continuar utilizando o cartão de débito pré-pago normalmente até o limite do saldo em conta. Os valores dos cartões pré-pagos ficam depositados no próprio Banco Central e somam aproximadamente R$ 20 milhões.
  2. Cartão de crédito: está bloqueado para novas compras até que a Neon Pagamentos (Fintech) consiga fazer a migração das operações para o novo parceiro. As compras realizadas anteriormente serão processadas normalmente.
  3. Investimentos no Banco: Todos os investimentos em CDB, que o banco chamava de “Objetivos” e depósitos em conta no valor de até R$ 250.000,00 por pessoa (CPF) estão garantidos pelo Fundo Garantidor de Crédito – FGC.

 


Fundo Garantidor de Crédito


De acordo com o Fundo Garantidor de Crédito, as instruções para reembolso dos investimentos até o limite estipulado acima, serão realizados assim que o liquidante do Banco Neon S.A. enviar as informações dos investidores para o FGC. É possível acompanhar este processo pelo site do FGC no link:
https://www.fgc.org.br/garantia-fgc/pagamento-de-garantia/banco-neon ou no próprio site do Banco Neon.

A expectativa é que ainda nesta semana o FGC irá divulgar a data da restituição dos valores para os investidores.

A boa notícia é que o bom funcionamento do FGC é comprovado! Em outros casos ocorridos há 6 anos como a liquidação do Banco BVA e do Banco Cruzeiro do Sul, os clientes receberam o dinheiro pelo FGC. O prazo de devolução dos recursos demorou em média 3 meses para devolução. O valor que é devolvido é o saldo com a rentabilidade até o dia da liquidação do Banco. O período de trâmite em que o investidor espera a devolução, não é rentabilizado.


Canais de atendimento


Página de atualização dos serviços:
http://www.neonpagamentos.com.br/atualizacoes/status/

O atendimento do banco está sendo realizado pelos canais de comunicação disponibilizados pela instituição: oi@banconeon.com.br  ou 0800 326 0844

Dúvidas também pode ser tiradas pelo telefone (11) 3543-7000 ou através do e-mail credores.neon@fgc.org.br

 

Screenshot_1Sou Viviane Ferreira planejadora financeira certificada CFP® , formada em engenharia química pela UFSCar, com especialização financeira e consultora de investimentos credenciada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Sou investidora há mais de quinze anos e possuo larga experiência em definição de estratégias de investimentos. Autora do livro “Vivificar, superando o imponderável”, em 2ª edição.

 

 

Este texto é de responsabilidade do autor do artigo e não reflete necessariamente a opinião do Me Poupe!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nara Sampaio 08 de May | 2018

Ola equipe do me poupe, tudo bem? Meu nome é Nara e estou morando há um ano fora do país! Há pouco mais de um mês comecei a me interessar pelo assunto investimentos, e buscando mais informacoes descobri o canal do Me Poupe na Web! De la para ca estou me planejando para começar a investir! Minha dúvida é a seguinte, como demoro ainda mais um ano para voltar a morar no Brasil, daqui consigo abrir e movimentar uma conta de investimentos? Movimento minha conta bancária no banco no Brasil pela internet, e nao gostaria de ter que esperar minha volta para comecar a investir! Em caso de resposta positiva, vocês têm sugestão de sites confiáveis para tal? Desde já a agradeco atencao! Nara Sampaio