AS FORMAS DE DEMONSTRAR AMOR SEM GASTAR COM PRESENTES

12 de junho | 2018

Dinheiro e amor: é importante entender melhor essa relação.  Você tem a sensação de fazer tudo pelo outro e às vezes parece que ele não reconhece? Pode ser que você esteja falando o conteúdo certo, mas de modo errado.

Por Leila Sleiman

 

Do tamanho do mundo!

Essa é uma resposta muito comum no idioma árabe para a pergunta:  quanto você me ama?

A verdade é que esse idioma é um imenso campo para os românticos e apaixonados. As possibilidades e metáforas para se referir ao amor são incontáveis.

Mas afinal, qual é, de fato, o tamanho do mundo?

Como mostrar realmente o seu amor pelo seu parceiro? Como tornar mais tangível e concreto esse amor?

“Comprando e comprando coisas caras, é claro! Afinal de contas…quanto mais caro, maior o seu amor pelo seu amado!” Correto? ERRADO!

 

diadosnamorados1

 

Embora desde pequenos a gente tenha sido incentivado a demonstrar de forma prática o nosso amor pelos familiares, talvez não tenhamos sido educados da maneira ideal.

Quem nunca respondeu, abrindo os braços o máximo possível, dizendo que amava alguém “um tantão assim…”.

 

diadosnamorados2

 

Demonstrar que muito se ama é importante para quem revela e para quem recebe. Uma das formas de mostrar a relevância que o outro tem na sua vida é dando um presente. O comportamento de dar presentes é um meio para estreitar laços e cultivar relacionamentos. Ele possui um lado muito efetivo, uma vez que, isso supre algumas necessidades emocionais e reforça sentimentos agradáveis em ambas as partes.  

No entanto, é importante que você saiba que dar presentes é apenas uma das maneiras pelas quais você pode demonstrar o papel relevante que o outro tem na sua vida. 

 

As 5 linguagens do amor

 

Segundo Gary Chapman, o autor do best-seller “As cinco linguagens do amor”. Essas linguagens são a forma com que cada um ama e se sente amado, são elas:

 

 

  • Palavras de afirmação

Uma poderosa via para comunicar o amor é através de elogios verbais e palavras de apreciação. As pessoas que possuem essa linguagem como a primeira (principal), sentem-se amadas ao ouvirem elogios, palavras de encorajamento, palavras bondosas. São afirmações como: você é linda (o), eu amo você, você é especial, você é um excelente escritor, etc.

 

diadosnamorados3

 

 

  • Qualidade do tempo

Esta linguagem remete a estar próximo, dedicar um tempo à outra pessoa. Um tempo em que toda sua atenção estará centrada no outro, sem dividi-la. Exemplos: sentar no sofá e conversar, passear a dois, conversar olhando nos olhos, etc.

 

diadosnamorados4

 

 

  • Presentes

Os presentes revelam que você pensou ou lembrou-se da pessoa. E aqui é o ponto chave da nossa conversa:

A pessoa  sente-se amada por aquilo que o presente representa, independente de quanto dinheiro você pagou, ou seja, não importa tanto se o preço foi caro ou barato! Isso acontece porque os presentes simbolizam de modo concreto o amor.

 

diadosnamorados5

 

Você pode comprar um presente caro para o seu (sua) parceiro (a), não há problema algum nisso, desde que a sua conta bancária permita, o ponto aqui é: ele não precisa necessariamente ser caro.

Então se seu parceiro possui essa linguagem como a primeira, lembre-se que para ele o que tem mais relevância é ser presenteado e não o custo do presente. Assim, podemos considerar desde presentes feitos por você mesmo os famosos do it yourself (DIY) – e aqui você pode usar a internet a seu favor e mergulhar no infinito mundo de tutoriais e conteúdos gratuitos que a o mundo digital oferece.

Mais uma vez, você pode presentear seu (sua)  parceiro (a) com algo de maior preço, não há necessidade de ser rígido, quando suas finanças permitem, porém enfatizo: o valor é mais importante que o preço! Valor é uma percepção subjetiva que a pessoa atribui, já o preço é associado apenas a uma quantidade de dinheiro.

 

  • Formas de servir

Essa linguagem mostra que existem pessoas que se sentem amadas quando o parceiro faz gestos de serviço. Então são serviços que você sabe que seu cônjuge se sente feliz quando você faz. Servir remete a fazer ações pelo outro como: lavar a louça, jogar o lixo, preparar o jantar, trocar a lâmpada, arrumar a cama etc.

 

  • Toque físico

Estudos comprovam a influência positiva do toque no desenvolvimento saudável dos bebês. Crianças que são abraçadas, beijadas, tornam-se adultos emocionalmente mais seguros e saudáveis. O toque físico é talvez a linguagem mais conhecida e óbvia. Ele comunica de modo muito eficaz o amor emocional.  Exemplos são: abraçar, beijar, dar as mãos etc.

 

 

diadosnamorados6

 

 

Conclusão

As pessoas possuem a necessidade de se sentirem amadas. Portanto, é importante que você saiba qual é o modo que mais faz você se sentir assim, ou seja, a sua primeira linguagem e qual é a linguagem do seu parceiro. Isso possibilita que vocês encham o “tanque de amor” de cada um e, consequentemente, tenham um relacionamento mais duradouro.

Agora você já conhece as 5 formas de demonstrar o amor, se preciso recalcule a rota e refaça alguns planos!  

Para demonstrar de maneira efetiva o amor que você tem pelo seu parceiro, foque em suprir as necessidades emocionais de vocês! Como? Listei alguns passos:

 

  1. Identifique qual é a sua primeira linguagem do amor.
  2. Converse com o seu parceiro (a) sobre o tema.
  3. Identifique qual é a primeira linguagem dele (a).
  4. Pensem em quais ações concretas vocês podem começar a fazer de diferente para aumentar a sensação de serem realmente amados.

 

Seu relacionamento pode tomar uma direção mais saudável e plena quando você consegue saber exatamente “qual é o alvo”, ou melhor, qual é a lacuna que você pode ajudar a alimentar.

Talvez você e seu parceiro se identifiquem com mais de uma forma de se sentirem amados, e não há problema algum, é muito comum. Quanto mais vocês praticarem essas linguagens melhor, no entanto, é importante que vocês percebam qual delas é a que faz vocês se sentirem mais emocionalmente amados.

 

Gostou do artigo? Deixe aqui nos comentários qual dessas é a sua primeira linguagem do amor? E qual delas você acha que é a mais difícil de colocar em prática?

 

 

Leila Sleiman
Leila Sleiman - 1Leila Sleiman é Psicóloga. Graduada em Administração. Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental. Tem experiência no atendimento infantil e adulto. Atende em consultório em São Paulo na Vila Mariana e faz atendimento online. Contatos: E-mail: le_sleiman@hotmail.com / Fanpage: Psicóloga Leila Sleiman El Kadri / Youtube: AmpliaMente

 

 

 

 

Este texto é de responsabilidade do autor do artigo e não reflete necessariamente a opinião do Me Poupe!

 

materiais-ricos-me-poupe

 

 

Veja mais posts de Leila Sleiman:

 

5 Armadilhas do pensamento atrapalham o seu enriquecimento

 

O autoconhecimento como combustível para enriquecer

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a deixar seu comentário