5 lições de educação financeira para enriquecer

Não importa a sua idade ou o seu sexo: Você precisa de educação financeira. Ponto final.

(Calma, o post não acaba aqui!)

momentos-satisfatorios-femininos-17
UFA!

 

 

 

 

 

 

 

Tem gente que aprendeu a ser educado financeiramente dentro de casa, agora já tem criança que aprende na escola (e depois aprende mais ou desaprende tudo dentro de casa rs),  tem gente que aprende com a vida (a maioria) e tem aqueles que nunca aprendem (alguém se identifica?).

bebe-se-olhando-no-espelho-300x180
EU!

 

 

 

 

 

 

Depois de tanto tempo falando sobre educação financeira, achei que tava na hora de elencar as 5 principais lições que todo mundo precisa ter pra ser rico ou rica nesta encarnação, já que é pra isso que serve este blog… DEMOROU! 7490740

 

 

 

 

 

E sem delongas vamos a elas:

Lição de educação financeira #1

 

respectRespeite o seu dinheiro. Você já deve ter ouvido falar que dinheiro não aceita desaforo, mas você já parou pra pensar quantos desaforos cometeu e ainda comete contra o coitado? Quantas coisas você comprou e se arrependeu depois? Quantas vezes você deixou de pedir desconto? Quantas vezes você perdeu a data do vencimento de uma conta e pagou com multa? Quantas luzes você deixou acesas? Faça o exercício você também e puxe outros desaforos pela memória (nessas horas uma amnésia momentânea cai bem! )

Lição de Educação Financeira #2

Tenha objetivos de curto, médio e longo prazo.  Essa é mais velha que a minha avó, mas é sempre bom repetir, afinal este é um dos métodos de ensino mais eficazes que existe: repetição. “Tá, mas o que exatamente isso significa?”. Isso significa que se você não tiver pra onde correr, vai ficar parado ou correr aleatoriamente sem chegar a lugar nenhum. Se você tiver metas bem definidas como: comprar um sapato mês que vem, um carro daqui a dois anos e uma casa daqui a dez anos, fica muito mais fácil poupar dinheiro e abrir mão das tentações. 

Lição de Educação Financeira #3

TIPO AQUI? Mais pra cima...

Viva um degrau abaixo. Ou seja: Se você ganha R$4.MIL viva como se ganhasse R$3.MIL e reserve o restante para viver com mais tranquilidade no futuro. E não pense que é de um futuro distante que eu to falando não. Se você tem menos de 35 anos e vive exatamente com todo o dinheiro que ganha, neste momento provavelmente está preocupada (o) com o desemprego, com a alta dos preços, com a balada que ficou mais cara e por ai vai. Quando a gente tem dinheiro sobrando o que acontece do lado de fora da nossa janela preocupa muito menos e dá pra continuar fazendo tudo que se gosta porque o salário dá e sobra sempre.

Lição de Educação Financeira #4

circuito-relogio-30-minutos-ginasio

Reserve 30 minutos da sua semana para aprender sobre finanças na internet. Ok, este blog não é digno de um prêmio, mas dá pro gasto. Se você reservar 30 minutos da sua semana (pode ser tudo em um dia ou 6 minutos de segunda a sexta) em dois meses saberá mais sobre finanças do que nunca soube a vida inteira! (pausa para o momento EURECA)

Quanto mais você aprender sobre como otimizar o que ganha e multiplicar o que sobra, mais rápido vai entrar para o seleto hall dos ricos de verdade. Por isso, passeie pelo Me Poupe! este blog feito com amor pra que você aprenda a enriquecer. Lá no final do post tem algumas sugestões de vídeos e artigos pra você continuar aprendendo de um jeito simples e divertido. (De nada)

Lição de Educação Financeira #5

Como-Definir-o-Preco-de-Um-Novo-Servico-ou-Produto-1Saiba a diferença entre preço e valor. Essa é a minha lição predileta e é o que me trouxe até aqui. (Não tô milionária, mas aos 30 anos não tenho do que reclamar) Quando a gente decide abrir mão de uma parte do nosso salário (ou qualquer outro dinheiro) para comprar alguma coisa precisamos exigir no nosso cérebro uma avaliação racional. E acredite: ele vai te dar a resposta. Pergunte pra ele se o preço daquele produto é compatível com o valor que aquele produto ou serviço tem pra você.

Pra ser mais clara:

Joana adora sapatos e ganha R$2.500. Ela bem que queria fazer uma viagem pela Europa, mas nunca sobra dinheiro. Esses dias, passeando com uma amiga pelo Shopping, Joana viu uma sandália escândalo por R$320,00. Embora tivesse outros 69 pares no armário, Joana levou a sandália parcelando em 10 vezes. (Uhuuul)

Agora pensa comigo: Será mesmo que a sandália merecia os R$320,00 da Joana? Ou será que a viagem que ela tanto queria merecia mais?  Me dói só de pensar… Quantas viagens Joana já perdeu por não se perguntar se o valor e o preço faziam sentido?

Só pra ser poética, debaixo das sola dos sapatos da Joana existem milhares de experiências deixadas pra trás, trocadas por joanetes, calos e chulé.

Se você tem uma Joana aí dentro (pode ser homem também!) deixe um comentário aqui e saiba que sempre dá pra vender os sapatos usados no brechó, tirar o joanete na podóloga e trocar o chulé por uma vida perfumada por experiências que não tem preço e sim valor.

Ai como eu tô romântica hoje!

Coloque as lições em prática e seja feliz!

Você também pode precisar destes links:

vídeo: 5 passos pra se livrar das dívidas (video de 6 minutos com dicas práticas)

Artigo: Aprenda a organizar a sua vida financeira hoje! (texto saboroso)

Vídeo: Como escolher o seu plano B (um dos mais acessados do Canal)

Ah, não esqueça de se inscrever no Canal e deixar seu email pra receber os posts do Blog em primeira mão!

 

Me Poupe! no seu email

Cadastre-se, é na faixa!

Nathalia Arcuri

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.

33 comentários em “5 lições de educação financeira para enriquecer

  • 19 de fevereiro de 2016 a 9:32 pm
    Permalink

    Um minuto de silêncio para as presepadas que fiz com meu dinheiro no passado…..?…..porque eu não conhecia o Me Poupe!

    Responder
  • 23 de fevereiro de 2016 a 8:07 am
    Permalink

    Meu sogro que é rico porque trabalhou a vida inteira e soube cuidar de seu dinheiro uma vez falou pra mim: “rico não é a pessoa que ganha mais, mas a que gasta menos”. Sabias palavras

    Responder
    • 24 de fevereiro de 2016 a 6:04 pm
      Permalink

      Sábio! Claro que também não adianta guardar tudo e não viver o presente. A palavra de ordem é EQUILÍBRIO! Obrigada pelo comentário!

      Responder
  • 1 de março de 2016 a 6:08 pm
    Permalink

    Nathalia, eu gostaria de aprender mais sobre dividendos e aplicação na bolsa. Estou pensando em investir na área de energia elétrica. Pesquisei por alto e não achei nenhum texto mais fácil, mais “beabá”. Você poderia me indicar algo?

    Muito obrigada!!

    Responder
    • 6 de março de 2016 a 6:39 pm
      Permalink

      Aninha investir em ações exige muito estudo, por isso é mais difícil mesmo encontrar artigos sobre o assunto. Pra você eu recomendo os cursos online e presenciais da Bolsa de valores, que são gratuitos e vão te ajudar a entender melhor este mercado. Beijão!

      Responder
  • 20 de março de 2016 a 9:08 pm
    Permalink

    Esse blog não é digno de ganhar um prêmio? Não mesmo! É digno de ganhar 10 prêmios!!
    Nath adoro seu blog, admiro muito sua criatividade! Já me ajudou muito!!

    Responder
  • 20 de maio de 2016 a 3:29 pm
    Permalink

    adoreeeeeiiii suas dicas…. meu problema não são sapatos, mas os cosmeticos….. sou louca por creme ou um perfume novo…. e to deixando de realizar coisas maiores pelo simples prazer de uma hidratação de cabelo ou uma limpeza de pele…. e pra Que ? se nao passo da esquina de casa.. Tudo bem eu tenho uma otima desculpa pra compra-los..kkkk eu trabalho em uma empresa que nos pede pra ser o PRODUTO DO PRODUTO, mas de todos os produtos..kkkk eu ja não tenho mais onde guardar tanta coisa… e com isso não tenho visto o $$$$ vivo… ta tudo virando creme…. e ta errado…. eu quero chegar a lugares mais distantes e preciso aprender a ter uma visão a cima da que estou tendo… obrigada pelas dicas, amei; vou analisar cada uma e ser mais feliz com experiencias diferentes em minha vida….

    Responder
    • 25 de maio de 2016 a 12:23 pm
      Permalink

      Parabéns! Já incorporou o espírito! Agora é focar no que é mais importante e aprender a investir! Compartilha o Me Poupe! com todo mundo que possa precisar de uma ajuda! Beijo!

      Responder
  • 8 de julho de 2016 a 7:05 pm
    Permalink

    Ótimo post!!!

    Me fez ficar triste pela besteiras que já fiz com meu dinheiro e pelas oportunidades que perdi, mas ao mesmo tempo otimista, pois agora vou cuidar melhor só me dinheiro e fazer ele trabalhar pra mim! Haha

    Muito obrigado Nath! E ler todos os posts pra ficar craque nas finanças! Kkk

    Responder
  • 8 de setembro de 2016 a 10:40 am
    Permalink

    Quando completei quarenta anos passei a me questionar sobre meus gastos. Hoje estou com 44 e toda vez que vou por a mão no bolso me pergunto: “isso é realmente necessário?” ou “eu preciso mesmo disso?” daí me impressiona a quantidade de coisas para as quais eu já disse “não” daí comecei a entrar em depressão pq não sabia como fazer com o dinheiro q sobrava pq a poupança realmente não vale a pena, mas conheci o seu blog e agora sei exatamente o q fazer e estou cheia de planos…..xo depressão…muito obrigada pela sua disposiçao de falar e ensinar o q ninguém gosta de falar e muito menos de dar dicas nesse mundo competitivo. Mas com muito prazer vou compartilhar, muito sucesso pra vc. Bj

    Responder
  • 16 de outubro de 2016 a 4:50 pm
    Permalink

    Aqui nos Estados Unidos, eu, como a maioria das pessoas, recebo pagamento por horas trabalhadas. Dessa forma é mais fácil fazer um comparativo entre o preço de alguma coisa e a quantidade de horas que tenho que trabalhar para adquiri-la.

    Responder
  • 27 de dezembro de 2016 a 5:18 pm
    Permalink

    Conheci o Blog a poucos dias e estou adorando. Meu grande objetivo para 2017 é restruturar minha vida financeira. E levarei várias dicas desse blog com toda certeza.

    Responder
  • 8 de fevereiro de 2017 a 11:37 am
    Permalink

    Quando você diz que tem alguns brechos para vendas dos sapatos, você pode me indicar alguns? To precisando me desfazer dee algumas coisas kkkkk

    Responder
  • 5 de abril de 2017 a 8:01 pm
    Permalink

    O meu não é os sapatos, nem os cremes, mas sim os cartões de créditos, todo mês eu parcelo achando que tô pagando pouco ,quando é no outro mês eu assusto

    Responder
  • 1 de maio de 2017 a 1:08 pm
    Permalink

    O seu blog serviu como um divisor de águas em minha vida, fiz uma reflexão de como joguei meu dinheiro ao vento sou funcionário público e troco de carro a cada 6 meses sem necessidade.
    Obrigado fantástico suas dicas, parabéns e prometo voltar depois de organizar minhas finanças para contar como foi.

    Responder
  • 23 de maio de 2017 a 8:54 am
    Permalink

    A 5 meses voce salvou minha vida Nath!!! te amo e ti propago pro mundoo!!

    Responder
  • 27 de maio de 2017 a 1:13 am
    Permalink

    Parabéns pela iniciativa e ajuda!

    Responder
  • 9 de junho de 2017 a 9:33 pm
    Permalink

    Nati amo seu blog seu canal no YouTube e suas dias s2

    Responder
  • 10 de julho de 2017 a 1:08 pm
    Permalink

    Olá, Nathalia! Conheci o ME POUPE a pouco tempo (infelizmente), depois de ter perdido uma BOAAA quantia em dinheiro (e oportunidade para investir), por não saber administra-lo :( … Me desesperei, lógico e me deu um remorso imenso e uma dor grande no coração rsrss eu ri, mas, falo sério!
    Bem, agora eu quero seguir a risca suas orientações, dicas e conhecimento. Estou 100% empenhada e tenho visto TUDO sobre poupar e administrar bem as finanças. Obrigada por compartilhar sua experiência e seus conhecimentos. Espero conseguir recuperar essa grana … será que é possível? há solução para mim? rssss

    Responder
  • 17 de julho de 2017 a 5:34 pm
    Permalink

    Me sentindo uma Joana nesse momento! Menina, to precisando muito pensar mais no valor das coisas, moro com meus pais, não tenho nenhum gasto em casa e termino o mês usando o cartão de crédito, triste triste!

    Responder
  • 11 de setembro de 2017 a 6:17 pm
    Permalink

    Passado: Quantos erros cometi.
    Presente: Aprender no me poupe.
    Futuro: Ser aquilo que eu desejo, não me preocupar com a crise, e continuar sonhando e realizando.

    Responder
  • 14 de setembro de 2017 a 2:53 pm
    Permalink

    A maior dificuldade hoje são as dicas 2 e 5 pois as pessoas tem se concentrado em obter itens materiais para sentirem satisfação e se perdem no consumismos. Começar a meditar e a prestar atenção em o que realmente te faz feliz é um ótimo começo para buscar a satisfação em sentimentos e experiências.
    Ótimo trabalho Nat e equipe.

    Responder
  • 27 de setembro de 2017 a 3:15 pm
    Permalink

    Eu ainda não tenho experiência com dinheiro (já que estou muito novo ainda), mas tenho certeza que essas 5 lições vão me ajudar muito num futuro próximo.

    Responder
  • 1 de outubro de 2017 a 6:40 pm
    Permalink

    Nath…

    Tenho duas duvidas…
    Ja passei dos 43 anos sou casado …resolvi voltar estudar, faço Eng. Civil, tenho uma flha de 7 anos.
    Estou em duvida se paro com os estudos e junto o valor da mensalidade da faculdade e guardo para minha filha?
    Tenho um imóvel financiado…..(imóvel usado), vendo e vou para o aluguel? e tem um porem…. a caixa agora so financia 50% do imovel….

    Responder
  • 12 de outubro de 2017 a 12:46 am
    Permalink

    Meninaaa… ôoh blog arretado, milionário rsrs :-)
    Te falar, minhas finanças mudaram quando você chegou (pena que demorei tanto pra te encontrar, mas agora quero só você – tá, parei com a piada rs!)
    Há tempos eu me interessei quando ouvi falar de Tesouro Direto, mas, como não tinha conhecimento acabei perdendo $ .. triste isso! Me arrependo tanto em não ter começado o quanto antes essa educação. Estou empenhada em virar o jogo, estou buscando informações e todos conhecimentos possíveis, e acredite, tenho estudado muito além dos 30 minutos por semana rs (em média 2 horas por dia).
    Gratidão por nos disponibilizar, dedicar seu precioso tempo e sua expertise !!!
    Lhe admiro muitíssimo e já sou apaixonada pelo Juros Composto Arcuri (que fooofo <3).
    Deus continue abençoando sua vida, beijo no coração.

    Responder
  • 27 de dezembro de 2017 a 6:18 am
    Permalink

    Eu tambem estou satisfeito com o blog e comentarios, mas o meu problema é como economizar aquilo que eu ganho, gasto tudo tudinho e nao fico com nada como. Nathalia podes me ajudar neste sentido?

    Responder
  • 14 de janeiro de 2018 a 12:38 pm
    Permalink

    Muito boa essas dicas, sou bastante equilibrado com finanças,porém minha esposa é o inverso de mim, já tentei mostrar no papel através de cálculos, que a economia, administração,controle financeiro é o melhor caminho, ou um dos únicos que nos levam a uma vida melhor mas infelizmente ela não aceita, gostaria de uma dica, uma ajuda por favor .

    Responder
  • 19 de março de 2018 a 1:05 pm
    Permalink

    Boa tarde, achei o blog incrível.
    Tenho mil e uma dúvidas a respeito de educação financeira, cujo qual não tenho nenhuma.
    Trabalho por conta própria, sou motorista de aplicativos de corridas em BH, não tenho salário fixo e sinto muita dificuldade em guardar dinheiro, ultimamente tenho trabalhado para tentar pagar contas atrasadas e ainda sim é com muito custo. O que fazer????

    Responder
  • 3 de abril de 2018 a 12:26 pm
    Permalink

    Blog muito bom, estou iniciando meus estudos financeiros e gostaria de saber se vc tem uma dica sobre os livros que eu poderia começar a estudar.
    Cheguei a ver um vídeo do youtube seu dos seus livros, muito bom o vídio, mas se for começar por um, qual seria?

    Responder
  • 14 de maio de 2018 a 4:54 pm
    Permalink

    Seu site é muito criativo e engraçado kkkk
    Meus parabéns, e que continue assim!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *